Amor-perfeito: Como Cultivar e Quais os Cuidados Necessários

O amor-perfeito ou viola tricolor pertence à família das violáceas. Essa flor pequena, com cerca de 6cm de diâmetro, pode ser encontrada em cores diversas como roxo, violeta, laranja e dourado. Mas também são encontradas flores de amor-perfeito com duas cores, possuindo o centro mais escuro e as bordas claras. De origem europeia, a altura média da planta é de 15 cm, não ultrapassando os 30cm. Em razão do porte pequeno, são facilmente cultivadas em vasos.

Uma curiosidade sobre estas flores é que elas são comestíveis assim como as violetas. Por isso, podem ser utilizadas como um toque de delicadeza para enfeitar pratos, doces e saladas. Muito mais do que beleza, elas também apresentam efeitos medicinais. São conhecidas por tratarem problemas de pele, asma, epilepsia e são consideradas antirreumáticas e diuréticas. Além da indústria farmacêutica, ainda são utilizadas pela indústria de beleza na fabricação de cosméticos.

Elas florescem duas vezes ao ano, mas pode apresentar floração durante todo o ano em locais que apresente inverno pouco rigoroso. Em média, a planta costuma viver por cerca de dois anos. São plantas resistentes e de cultivo fácil.

Como cultivar

Amor-perfeito: Como Cultivar e Quais os Cuidados Necessários

O amor-perfeito é um flor de fácil cultivo e, por serem de porte pequeno, se adaptam bem aos jardins e aos vasos de plantas.

A melhor época para se plantar sementes do amor-perfeito é entre o final do inverno e durante o outono. Esse será o período ideal para que as flores surjam em estações de temperaturas mais amenas como o outono e na primavera.

As sementes devem ser plantadas em solo fértil, úmido e com pH levemente ácido, entre 5,5 a 6, ou neutro. Prepare a terra com adubo orgânico e elimine os torrões. Coloque as sementes e cubra com uma camada fina de terra, cerca de 2mm apenas. Se possível, peneire para que fique bem solta. A germinação deverá acontecer por volta de 10 a 15 dias após o plantio.

Caso decida fazer o transplante de uma muda já existente da flor, a época ideal é entre a primavera e o outono. Neste caso, a muda deverá ser transplantada quanto estiver com 6 ou 8 folhas verdadeiras. O amor-perfeito apresenta bom desenvolvimento, seja plantado sozinho ou com em grupo. Porém, recomenda-se que exista um espaçamento de 15 a 30cm entre um planta e outra.

Amor-perfeito: Como Cultivar e Quais os Cuidados Necessários

Para o cultivo da flor em vasos, adicione um camada de drenagem no fundo e complete com terra, adubo orgânico e areia média. O vaso poderá ser raso, com aproximadamente 20cm, pois suas raízes não são consideradas profundas.

O cultivo destas flores terá resultados melhores em locais com temperaturas amenas que estejam em torno dos 15°C a 25°C. O local em que serão plantadas também é de grande importância para o crescimento e a floração destas plantas. Seja em jardins ou em vasos no interior das residências, o amor-perfeito é uma flor que precisa de luz direta solar. Mas ela se adapta à meia sombra se houve boa luminosidade no local. O correto é que as flores recebam cerca de 4 a 6 horas diárias de luz solar para se manterem saudáveis e bonitas.

Quanto mais luz suas flores receberem, maiores e mais bonitas elas serão. Além disso, o fato de estarem longe do sol podem proporcionar um crescimento exagerado dos talos. Elas irão buscar pelo sol e podem deixá-las magras e com flores pequenas. Se estas condições forem seguidas, não haverá diferença se foram plantadas em seu jardim ou em vasos, tendo contato com o sol elas crescerão com saúde.

Quais os cuidados necessários

Amor-perfeito: Como Cultivar e Quais os Cuidados Necessários

Apesar de ser de fácil cuidado, algumas dicas podem melhorar ainda mais a experiência de quem quer se aventurar no cultivo da planta. São dicas simples que complementam os cuidados necessários que terão de ser dispensados para manter o aspecto saudável de seu amor-perfeito e garantir uma floração perfeita.

  • As flores do amor-perfeito gostam de luz solar direta. Porém deve se ter cuidado em cidades em que o verão seja intenso. Nestes casos, é preferível manter a planta em ambiente que impeça o recebimento direto da luz solar em horários críticos como por volta do meio-dia. O calor intenso acaba sendo prejudicial à planta;
  • Mantenha o solo sempre umedecido, mas tome cuidado para não o encharcar. Apesar de não suportar solos ressecados, o excesso de água poderá apodrecer as raízes da planta;
  • Se houve possibilidade, meça a temperatura do solo em que a planta será cultivada. Estas flores não se desenvolvem bem no frio. Por isso, o ideal é que a temperatura do solo varie entre 8°C e 18°C.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply