Os detalhes que garantem o plantio saudável de sua orquídea; faça da maneira correta

Confira, aqui, dicas para plantio correto de orquídea, contribuindo para que a planta se desenvolva saudavelmente.

A orquídea é uma das flores mais queridas quando se fala em jardins e cultivo de plantas em casa. Ela encanta e dá cor, alegria e charme para a decoração, ajudando a transformar o ambiente de maneira simples.

Há quem deixe de cultivar essa flor porque pensa que seu plantio e manutenção são complicados. No entanto, o cultivo da orquídea é mais simples do que muitos imaginam.

A seguir, você confere dicas que garantem o plantio saudável da orquídea, além de conhecer maneiras corretas de manter a planta. Acompanhe e descubra!

Onde plantar orquídeas?

Os detalhes que garantem o plantio saudável de sua orquídea; faça da maneira correta

Dá para plantá-las tanto em vasos como diretamente no solo de seu jardim. Caso opte pelo cultivo em vaso, os de barro e com furos laterais são as melhores alternativas, bem como os xaxins de palmeira.

O xaxim de palmeira é uma espécie de vaso confeccionado com fibras orgânicas que são livres de substâncias tóxicas ou químicas. Além disso, ele possui uma boa capacidade de absorção da água e de nutrientes, ajudando no enraizamento da planta.

Como deve ser a rega das orquídeas?

Recomenda-se que regue a planta pelo menos duas vezes por semana quando o clima estiver quente. Para saber se chegou o momento da rega, basta verificar se a terra está seca.

O ideal é manter o substrato sempre úmido, mas não encharcado, pois o excesso de água pode apodrecer as raízes da planta. Por isso, não use pratos embaixo dos vasos, pois eles retêm a água. Além disso, não abuse da quantidade de água nas regas.

O modo correto de regar a planta é por cima, colocando a água diretamente no vaso com o auxílio de um regador ou pote. O líquido deve escorrer pelos furos, sem ficar em excesso no vaso.

Orquídea gosta de luz?

Sim, mas somente a luz solar do início da manhã e do final da tarde. Ou seja, até às 9 horas da manhã e depois das 16 horas da tarde. A luz do sol é importante para o desenvolvimento e florescimento da orquídea.

Durante o começo da manhã e final da tarde o sol é mais suave, portanto, não oferece o risco de queimar folhas e flores, garantindo uma planta bonita por muito mais tempo.

Se optar por cultivar orquídeas em seu jardim, especificamente junto a troncos de árvores, a dica é escolher uma árvore não tenha uma sombra muito densa. Lembre-se que a planta precisa do sol para se desenvolver.

Cuidado com a ventilação

A orquídea é uma planta que gosta de locais bem arejados! No entanto, essa ventilação não pode ser intensa, pois há o risco de danificar flores e folhas.

O ideal é que o vento seja mais suave, para minimizar a possibilidade de dano.

Orquídea precisa de adubação?

orquidea vanda

Uma das principais dúvidas sobre o cultivo e a manutenção das orquídeas é se elas precisam de adubação. Sim, recomenda-se que a faça uma vez por semana.

Se optar por adubos químicos, o NPK 20-20-20 é a melhor alternativa. Se usar adubos orgânicos, a farinha de osso, a torta de neem ou mamona são boas opções.

Existe a possibilidade de utilizar adubos líquidos foliares. Neste caso, coloque gotas do adubo na água e molhe a parte inferior da folha com essa mistura.

Como fazer o replantio da orquídea?

O replantio é necessário para evitar que o substrato apodreça e a planta fique com doenças, pragas ou morra. Indica-se que o replantio aconteça a cada um ano e meio ou dois anos.

A primavera é a época ideal para fazer esse processo, pois é quando a orquídea fica mais propensa à reprodução. O replantio deve ser feito quando a planta começar a florescer e se renovar. Assim, terá condições mais saudáveis para se desenvolver e crescer de maneira adequada.

Se fizer o replantio em vaso, tenha o cuidado de escolher um novo com sistema de drenagem da água. Dessa forma, evita-se o acúmulo de líquido e danos à planta.

Como livrar a orquídea de pragas e doenças

orquidea

A cochonilha é a praga mais comum em cultivos de orquídeas. Ela suga a seiva da planta, chegando a matá-la. Para removê-la, recomenda-se o uso de defensivos.

O melhor é optar por fórmulas naturais, pois são mais seguras para a planta e ao cultivador. Dá para encontrar esses produtos em lojas especializadas em plantas e seu cultivo.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Participe dos nossos grupos

FacebookEntre para nosso GRUPO!

Faça parte da nossa comunidade de DECORAÇÃO e ORGANIZAÇÃO

Deixe seu comentário