Cores de casas – Escolha os melhores tons para os ambientes internos e externos

As cores utilizadas em paredes ajudam a compor a atmosfera do imóvel, além de dizer muito sobre a personalidade de seus moradores. Por isso, é fundamental saber escolher corretamente as tonalidades empregadas.

Embora essa tarefa possa parecer algo simples, não é todo mundo que consegue definir a cor da casa fácil e rapidamente. Este é o seu caso? Então, confira aqui dicas para contornar essa situação e saiba quais tons são mais indicados.

Dicas para escolher a cor para a casa

Sempre há dúvidas sobre como as cores ficariam na casa e nos ambientes. Levando em consideração os pontos abaixo, você poderá ter mais facilidade em encontrar a cor ideal de acordo com seu gosto e com a decoração e ambiente:

Considere seu gosto e estilo

Toda casa é uma extensão de seus moradores, portanto, sempre considere seu gosto na hora de escolher a cor das paredes. Gosta de algo mais clean? O branco é uma aposta certeira.

Curte tonalidades coloridas, mas não tão vibrantes? Então, se jogue nos tons pastel, também chamados de candy colors. Agora, se você adora cores sóbrias, tente usar cinza chumbo ou mesmo o clássico e elegante preto.

O importante é que a cor reflita o gosto e estilo do morador, para que ele se sinta bem e à vontade dentro de seu próprio lar e se identifique com cada ambiente do imóvel.

Aposte no clássico

Uma dica infalível é apostar em cores clássicas, porque elas são à prova de erros. Ótimos exemplos são o branco e bege, que combinam com quaisquer estilos decorativos.

Há, também, outro benefício: essas tonalidades são fáceis de serem repintadas, caso tenha interesse em redecorar o imóvel. Assim, os gastos com esse tipo de serviço serão reduzidos.

Fuja do básico nos detalhes

Se gostar de cores vibrantes, mas não tiver coragem de utilizá-las nas paredes, uma boa dica é aplicá-las somente nos detalhes, como nas portas, janelas e portões da casa. Nas paredes, use uma base neutra, como o branco, que combina com tudo.

Melhor cor para área interna

Mesmo depois dessas dicas, ainda está em dúvida sobre qual cor escolher para a área interna de sua casa? Há algumas informações extras que podem lhe ajudar nessa tarefa:

A cor das paredes deve, sempre, harmonizar com as dos móveis e demais objetos decorativos utilizados no ambiente. Há duas formas de fazer essa harmonização, sendo a primeira delas utilizando tons semelhantes.

Por exemplo, escolheu bege para as paredes? Então, é interessante que os móveis tenham tons terrosos, como o marrom, ocre e palha. Ao utilizar cores semelhantes, a chance de ter um visual mais harmônico é maior.

Outra forma é escolhendo tonalidades contrastantes nos móveis e parede. Ótimos exemplos são o branco e o vermelho, o bege e o laranja. Assim, a decoração se torna moderna e visualmente agradável.

Considere o tamanho de cada cômodo. Se for grande, não há restrição de cor, é possível utilizar qualquer tonalidade. Agora, caso os espaços sejam pequenos, é interessante trabalhar majoritariamente com tonalidades claras, como o branco, off white e cinza.

A razão disso é simples: cores claras melhoram a iluminação da casa e proporcionam sensação de amplitude, enquanto as sóbrias ou vibrantes reduzem visualmente os espaços, dando a impressão que são menores.

Melhor cor para a área externa

Não é somente na cor da parte interna a sua dúvida sobre a melhor opção, mas também na externa? Existem dicas que ajudam a solucionar essa questão, como:

Tonalidades claras são à prova de erros e perfeitas para tornar o espaço externo mais iluminado. Portanto, se seu imóvel tiver baixa incidência de luz solar, considere investir em uma cor clara e neutra na fachada.

Além de contribuir positivamente com a iluminação, essa tonalidade possui menor necessidade de manutenção, podendo repintar a fachada a cada cinco anos, por exemplo, o que ajuda a economizar em longo prazo.

Tenha cuidado com tonalidades vibrantes ou sóbrias, porque elas desbotam facilmente por conta da luz solar, o que pode comprometer a fachada do imóvel rapidamente, deixando manchas por toda a superfície.

Se mesmo assim quiser inovar na fachada e utilizar essas tonalidades, saiba que a necessidade de manutenção e repintura da parede é maior, ou seja, haverá um gasto elevado para preservar a cor.

Considere a cor de portas e janelas, combinando-a com a tonalidade a ser utilizada na parede do imóvel, para que o resultado final da fachada seja visualmente harmônico, agradável e mais bonito.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply