Modelos de berço – Qual o melhor tipo para o seu bebê?

Quem já é mãe já sabe o processo e aquelas de primeira viagem precisam se atentar: escolher o modelo de berço ideal é fundamental para o bebê e isso vai além da estética, principalmente pelos inúmeros tipos de berços que são encontrados no mercado.

Principais modelos de berços

Confira os principais modelos de berço vendidos atualmente para entender qual pode ser aquele que irá suprir melhor as necessidades do seu bebê e do restante da família:

  1. Berço tradicional:

O berço tradicional, como o próprio nome diz, é aquele berço comum. Com tamanho menor do que outros, ele também é mais econômico e não apresenta grande variedade de design. Entretanto, é uma opção prática e rápida para quem busca agilidade na montagem do quarto de bebê.

Este modelo de berço conta com dois padrões: o brasileiro e o americano. Cheque tudo que estiver relacionado com as exigências de segurança antes de adquirir um dos dois.

Berço do bebê

  1. Berço minicama:

O berço minicama tem como diferencial ter partes desmontáveis. O estrado pode ser colocado na posição mais baixa da cama, transformando o berço em uma cama (nas mesmas dimensões do berço), mas mais baixa do que uma cama convencional.

As grades desse tipo de berço podem ser retiradas e o estrado abaixado, dando a possibilidade deste modelo durar até os 3 anos de idade.

  1. Berço multifuncional:

Este modelo é aquele que reúne outros móveis que poderiam ser adquiridos separados: o trocador, a cômoda e transforma-se ainda em bicama.

Embora pareça vantajoso nesses pontos, deve-se ter atenção para um fato: o trocador é pequeno e pode fazer com que muitos pais decidam comprar um móvel separado para essa função. Dessa forma, esse modelo de berço serve para quem quer praticidade.

Berço do bebê

  1. Berço de balanço:

O berço de balanço é mais moderno que o berço tradicional e tem como finalidade trazer mais conforto, pois eles podem embalar o bebê, sendo um auxílio nas noites de sono.

Existem certas versões desse modelo que são dobráveis (verifique as questões de segurança e o limite máximo de peso/idade).

  1. Berço montessoriano:

Este modelo não é propriamente um berço, mas está fazendo muito sucesso entre os novos papais e mamães. Isso porque o modelo traz um formato lúdico e ajuda no desenvolvimento da criança, deixando-a mais autônoma no seu espaço.

Muitos pais, no entanto, acham que o berço montessoriano fica muito próximo ou mesmo diretamente no chão, o que faz com que rejeitem essa opção de berço. Para suprir esse problema, basta escolher um modelo que seja ajustável à altura conforme o tamanho do bebê.

  1. Berço cegonha:

O modelo foi desenvolvido justamente pelo momento de transição que o bebê tem daquela vida dentro do útero para essa nova realidade. O berço cegonha possui movimentos semelhantes ao do útero da mãe, o que manterá o bebê mais relaxado e confortável.

Infelizmente, esse tipo de berço não é durável – não é recomendável para bebês acima de 3 meses.

  1. Berço moisés:

O berço moisés tem o mesmo tempo de duração que o berço cegonha, porém muitos pais optam por esse “gasto” pelo charme que esse modelo proporciona e pela facilidade de transporte do mesmo pela casa ou para passeios.

É claro que nem ele nem o berço cegonha substituem um berço fixo, por isso leve em conta se vale a pena o investimento antes de adquirir.

  1. Berço portátil:

O berço portátil tem a vantagem de ser mais barato e ser encontrado em várias dimensões. Entretanto, esse modelo pode não ser muito confortável e são mais vistos como forma de uso para quem viaja com frequência.

Por não ter muita resistência, não é indicado para ser usado como berço permanente. Certas versões não possuem tecido respirável, tome cuidado com isso.

  1. Berço suspenso:

O berço suspenso é uma alternativa muito moderna e que traz um estilo totalmente distinto para o quarto de bebê, afinal o berço fica pendurado tanto por uma instalação no teto ou pelo apoio de um tripé.

A vantagem maior é a possibilidade de balançar o bebê e ajuda-lo no seu sono.

  1. Berço redondo/oval:

Quando redondo, esse tipo de berço costuma ser usado até em torno dos 6 meses de idade – a partir disso, pode ficar apertado e é necessário partir para o modelo oval.

Por sorte, esse modelo se transforma em 4 versões: redondo, berço comum, minicama e duas poltroninhas. O nome mais popular para eles é berço “crescer”, pois são práticos, podendo fazer rodízio são ajustáveis conforme o crescimento do bebê.

Berço do bebê

A desvantagem é o alto custo e que sua fabricação é só feita em madeira.

Como escolher o melhor modelo de berço ideal?

Tenha sempre em mente os seguintes aspectos para levar em conta no momento de escolha do berço ideal para o seu bebê.

  • Conforto e funcionalidade;
  • Disponibilidade de espaço;
  • Particularidades da família;
  • Preferências para o quarto (um berço que combine com o ambiente);
  • Segurança e qualidade;
  • Tamanho do berço.

Cheque essas orientações para esta preparado na hora da compra:

  • A distância entre as grades menores do berço deve ser menor do que a cabeça do seu bebê (em torno de 6,5 centímetros);
  • A grade móvel é bastante cômoda para os pais, mas cuidado: se deve fazer testes para que as travas dela não se soltem;
  • A maioria dos berços encontrados no Brasil é padrão americano, por isso as medidas mais comuns são 130 centímetros x 70 centímetros;
  • Adquira um berço que combine com a decoração do quarto de bebê – todos os móveis e objetos se comunicam de uma forma ou outra;
  • Compre um berço que contenha selo do Inmetro;
  • Já entre o estrado e grades laterais, é preciso que a distância seja menor que 2,5 centímetros, pois há perigo de que a criança prenda seus pés e mãos;
  • O colchão precisa ser firme e ajustado ao tamanho do berço, além de escolher um modelo que permita regulagem de altura do colchão;
  • Se a intenção é aumentar a família futuramente, o melhor berço é o “crescer” (redondo/oval), pois irão se adaptar ao tamanho do bebê, além de ser fácil de deslocar-se pela casa com o berço;
  • Verifique a ausência de quinas ou pontas que podem prender a roupa do bebê.

Lembre-se então de harmonizar o ambiente escolhendo somente um conceito para o quarto de bebê. Para que isso seja possível, basta você pesquisar por modelos de berço no estilo colonial, moderno, provençal, clássico, entre outros.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply