Modelos de casa – Inspire-se

Construir um imóvel envolve uma série de etapas, como o estabelecimento de um orçamento, contratação de mão de obra e, principalmente, a definição do modelo de casa a ser adotado.

Existem diversos modelos, sendo que cada um deles possui vantagens e desvantagens que devem ser avaliadas pelos futuros proprietários e equipe responsável pelo projeto.

Não sabe quais são os principais modelos de casa e suas características? Sem problemas: preparamos uma lista com todos que você deve conhecer, além de apontar quando adotá-los. Confira!

Principais modelos de casa

  1. Alvenaria

Modelo que também é chamado de alvenaria convencional ou de vedação, esse tipo é um dos mais utilizados no Brasil, porque não exige mão de obra especializada para execução do projeto.

Casa de alvenaria

Trata-se da construção tradicional utilizada em casas térreas, sobrados e prédios, usando tijolos, vigas e pilares para sustentação, além da laje de concreto armado para vedação.

Esse modelo de casa é bastante versátil e pode ser adotado tanto em regiões com clima quente como frio, podendo melhorar o fator térmico da casa com acabamentos construtivos.

  • Vantagens: a mão de obra para realizar esse projeto é farta e não há necessidade de ser especializada. Além disso, esse modelo de casa é mais fácil de ser reformado.
  • Desvantagens: possui custo alto e gera uma quantidade elevada de resíduos. Ademais, o tempo de execução e finalização do projeto é longo, além de ter um risco maior de retrabalho na obra.
  1. Alvenaria estrutural

Modelo semelhante à alvenaria convencional, mas com um diferencial específico: neste caso, as paredes da edificação desempenham o papel estrutural / de sustentação, sendo construídas com blocos cerâmicos autoportantes ou de concreto.

Essa versão é bastante utilizada em construções prediais, inclusive em casas térreas e sobrados, em qualquer clima, seja em áreas com temperaturas elevadas ou reduzidas.

  • Vantagens: modelo com preço econômico, já que não exige o uso de uma quantidade elevada de materiais de construção para ser executado. Além disso, o projeto é finalizado rapidamente e a qualidade obtida é maior.
  • Desvantagens: o modelo é extremamente limitado esteticamente, não permitindo alterações na estrutura do imóvel após o início da construção.
  1. Blocos de concreto

Este é um modelo que trabalha com blocos de concreto na parede, muitas vezes deixando esses materiais à mostra, o que acaba por torná-los parte da decoração da construção.

Casa Blocos de Concreto

Tal versão é perfeita para casa térrea e sobrado, mas há alguns cuidados a serem tomados: o bloco de concreto não entrega um bom isolamento térmico e acústico, portanto, é mais indicado para regiões com clima ameno e menor barulho na rua. Evite adotar esse modelo em avenidas movimentadas, por exemplo.

  • Vantagens: o bloco de concreto é resistente a danos, entregando uma construção de alta qualidade. Ademais, possui melhor custo-benefício que o tradicional tijolo, reduz desperdícios e mão de obra, porque o projeto é mais fácil de ser executado.
  • Desvantagens: não possui bom isolamento acústico e térmico, além de não permitir alterações profundas no imóvel depois da construção.
  1. Pré-fabricada de madeira

Modelo de casa construído em estruturas pré-fabricadas de madeira, que são encaixadas sobre alicerces de concreto. Existe a possibilidade de investir numa versão padrão já projetada e pronta ou executar algo personalizado, seja só de madeira ou mesclando-a com alvenaria.

Pré-Fabricada de madeira

Este modelo é ideal para ser aplicado em casas térreas e sobrados, sobretudo nos que estão localizados em regiões com clima frio, porque a madeira proporciona excelente conforto térmico.

  • Vantagens: a finalização da obra ocorre rapidamente, geralmente em 40 dias. Outro ponto positivo é o preço, que costuma ser até 40% mais barato que uma construção de alvenaria. Há, ainda, o fato do conforto térmico, que é maior.
  • Desvantagens: exige a adoção de mantas ou revestimentos para proteger a madeira e evitar infiltrações ou infestações por insetos. Além disso, o material pode emitir sons em dias muito frios ou demasiadamente quentes.
  1. Container

O modelo container é sustentável, já que reutiliza essa estrutura para criar espaços residenciais. O custo dessa versão é semelhante ao de uma construção de alvenaria, mas o container dá modernidade e inovação ao projeto, além de agilizar a construção e garantir um imóvel de elevada qualidade.

Casa container

Outro ponto importante é que esse tipo só é possível ser aplicado em casas térreas. Além disso, recomenda-se seu uso em regiões com clima ameno ou frio.

  • Vantagens: é um modelo moderno e ecologicamente correto, perfeito para quem deseja algo diferenciado e sustentável.
  • Desvantagens: precisa ser executado por especialistas e receber materiais isolantes, para assegurar conforto térmico e acústico ao imóvel.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply