/* */

Modelos de muros – Quais as opções?

O muro é um detalhe construtivo essencial de todo imóvel, afinal, ele é responsável por proteger e maximizar a segurança da casa, evitando que terceiros tenham livre acesso à área interna.

Existem diversos modelos de muro que cumprem essas funções e ainda contribuem com a decoração da área externa do imóvel. Confira, a seguir, quais são os principais e se inspire para escolher uma opção para sua casa.

Principais modelos de muro

  1. Muro vazado

Trata-se de uma versão que apresenta aberturas em sua estrutura de concreto, detalhe que permite visualizar a movimentação na rua e saber se há alguma atividade suspeita.

Muro vazado

O muro vazado é um dos modelos mais tradicionais e utilizados, inclusive um dos mais versáteis, tanto que pode ser adotado em imóveis térreos ou sobrados, ajudando a proteger essas construções.

  1. Muro com revestimento

O muro com revestimento é outro modelo bastante adotado em imóveis residenciais e empresariais, geralmente utilizando um tipo de pedra natural para garantir um melhor acabamento para a fachada.

Muro com revestimento

A pedra canjiquinha é uma das mais aplicadas como revestimento, porque proporciona um resultado bonito a um preço acessível, permitindo construir um muro com bom acabamento sem estourar o orçamento.

Este modelo de muro é democrático e funciona bem em quaisquer tipos de construções, desde as residenciais até as comerciais e empresariais, independentemente de seu porte.

  1. Tijolo aparente

O muro de tijolo aparente é um dos modelos que mais estão em alta na decoração. Trata-se de uma versão que proporciona um acabamento mais rústico e simples, porém bonito e elegante.

Tijolo aparente

Esta alternativa é versátil e pode ser adotada tanto em muros inteiros como nos vazados, em imóveis residenciais (casas térreas, sobrados e prédios) ou empresariais e comerciais.

  1. Muro de cimento queimado

O acabamento feito em cimento queimado é tendência e combina simplicidade, beleza e baixo custo. Mas, é um tipo que não costuma agradar a maioria, porque é mais sóbrio.

Muro de cimento queimado

Justamente por isso, o muro de cimento queimado tende a ser mais utilizado em construções residenciais com fachada menos rebuscada, elegante e moderna, especialmente em casas térreas e sobrados.

Além disso, esse tipo de muro também é comum em construções empresariais e de indústrias, protegendo eficazmente a área interna sem deixar de lado o estilo e a sofisticação.

  1. Muro de vidro

O muro de vidro esbanja modernidade e estilo, além de permitir a visualização da rua. Embora seja bastante eficaz, é preciso cuidado ao investir nesse modelo, porque o vidro deve ser de boa qualidade e resistente a danos.

Muro de vidro

Se o material for fraco, será necessário realizar constantes trocas do vidro, o que pode representar um gasto de manutenção elevado em curto e longo prazo, não sendo tão interessante para quem quer, acima de tudo, poupar.

Uma solução interessante para não ter um muro somente de vidro é mesclar o uso desse material com outros, como o concreto com revestimento de pedras ou cimento queimado, garantindo alguns pontos de transparência à fachada.

  1. Muro de bambu e madeira

Trata-se de versões perfeitas para construir muros internos, que cerquem espaços específicos da casa, como jardins e piscinas. Como esses materiais são mais suscetíveis a danos, é importante que eles sejam tratados contra umidade e infestação por insetos.

Muro de bambu e madeira

Complementos para o muro

O muro é eficiente na proteção de espaços, mas existem dois complementos que ajudam a reforçar a segurança e privacidade: as cercas vivas e as elétricas. Confira, a seguir, o que são e suas principais vantagens.

  1. Cerca viva

Trata-se de um muro revestido com plantas, criando um bonito efeito na fachada do imóvel. Além disso, a cerca viva conta com a vantagem de ter manutenção simples e de aumentar a privacidade dos moradores, impedindo a visualização da parte interna.

Paralelamente, a cerca viva protege o muro contra umidade e proporciona melhor conforto térmico e acústico ao imóvel, tornando sua área interna mais agradável sem grandes esforços.

Sua desvantagem fica por conta da constante manutenção exigida, já que demanda o uso de adubo, regas e podas, para que a fachada do imóvel fique sempre em bom estado.

  1. Cerca elétrica

Consiste em fios eletrificados que são instalados junto aos muros, oferecendo a vantagem de aumentar a altura da fachada e inibir a invasão por terceiros, potencializando a proteção do imóvel e moradores.

A desvantagem da cerca elétrica está associada ao preço, que tende a ser maior por se tratar de um sistema de segurança robusto. Ademais, esse complemento aumenta o gasto mensal com energia elétrica.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply