5 coisas que você PRECISA saber antes de construir sua piscina

Confira cinco coisas que você precisa saber antes de construir uma piscina em sua casa, garantindo o melhor resultado!

Ter piscina em casa é o sonho de muitos, afinal, ela é perfeita para aproveitar dias quentes, seja sozinho, com a família ou com os amigos, tendo momentos de lazer e descontração.

No entanto, para realizar esse sonho é preciso saber alguns detalhes essenciais. Assim, garantirá que o projeto seja realizado de forma correta, fazendo um investido adequado e que realmente compense.

Veja, a seguir, 5 coisas que você precisa conhecer antes de construir a sua piscina e aumente as chances de sucesso de seu projeto!

1. Faça uma avaliação do local de instalação da piscina

5 coisas que você PRECISA saber antes de construir sua piscina

A avaliação do local de instalação da piscina é essencial! Nela, um profissional especializado analisa as condições do solo, para saber se a área é adequada para receber uma piscina.

O terreno precisa ser bem firme e, preferencialmente, na horizontal. Caso não tenha essas características, você terá um trabalho e um gasto maior de preparação do terreno para garantir que sua piscina seja segura e funcional.

Também se indica que a piscina fique afastada de árvores e demais plantas do seu jardim, pois a proximidade aumenta a sujeira na água. Por isso, terá de realizar limpezas com mais frequência.

2. Considere o formato e o material da piscina

Existem vários formatos de piscina, bem como diversos materiais para construí-la. Antes de escolher qualquer formato ou material, pesquise mais sobre esses temas.

No que se refere aos materiais, sua piscina pode ser de vinil, alvenaria, fibra ou azulejo. Alguns desses materiais têm limitações quanto ao formato e é importante verificar com um profissional o que pode ser feito.

Também avalie as vantagens e desvantagens de cada formato e material, para escolher os que apresentam melhor custo-benefício no seu caso.

A piscina de vinil, por exemplo, possui excelente custo-benefício, rapidez de instalação e preço mais acessível. No entanto, sua durabilidade é reduzida, exigindo manutenção em um prazo menor do que a de alvenaria.

Vale lembrar que todo formato e material possui pontos positivos e negativos. A dica é analisar bem todas as alternativas, para escolher aquela que faz mais sentido para você, considerando o uso e manutenção que exige.

3. Defina o tamanho da piscina com base no número de usuários

Escolher o tamanho adequado é muito importante, pois possibilitará que todos usem a piscina ao mesmo tempo. O ideal é pensar na quantidade de pessoas que gostaria que ela abrigasse.

Se estiver em dúvida, uma dica é considerar o número de moradores do seu lar ou de pessoas que costuma receber com frequência. Em caso de dúvida, consulte o profissional responsável pelo projeto.

De maneira geral, as piscinas com cinco metros quadrados acomodam de quatro a cinco pessoas. Também considere o espaço disponível para instalação e tenha em mente que quanto maior a piscina, maior seu custo final, exigindo mais de seu orçamento.

4. Saiba como é a manutenção da piscina

detalhe piscina

Já decidiu que tipo de piscina deseja construir? Então, procure saber como é a manutenção dela e se os cuidados que exige estão dentro daquilo que você espera e pode fazer.

A manutenção da piscina requer tempo e dinheiro, portanto, é essencial conhecê-la antes de construí-la, para evitar arrependimentos no futuro. Em alguns casos, os processos de manutenção podem ser feitos por você. Em outros, é obrigatório contratar um profissional.

Na maioria das vezes é preciso, por exemplo, verificar os níveis de cloro e o pH da água, conferir se o processo de filtragem está funcionando de maneira correta, entre outros.

5. Não abra mão da segurança

piscina em área de lazer

A segurança é um fator fundamental ao construir a piscina. Para garantir que seu uso seja seguro, é importante pensar em quais pessoas a utilizarão mais.

Se for crianças, por exemplo, ela não pode ser tão profunda, pois há um risco maior de afogamento. Caso pessoas com dificuldade de locomoção ou idosos a utilizem, é necessário ter apoio para entrar e sair da água, bem como escadas.

Outro detalhe é que as bordas não devem ser escorregadias, pois se aumenta o risco de queda e de acidentes. Ao redor da piscina é importante usar um piso com bom poder de aderência.

Consulte o profissional responsável pelo projeto sobre o que mais pode ser feito para reforçar a segurança da piscina.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Participe dos nossos grupos

FacebookEntre para nosso GRUPO!

Faça parte da nossa comunidade de DECORAÇÃO e ORGANIZAÇÃO

Deixe seu comentário