Início » Raças de Cachorro - Tipos e Características » Pug: história, cuidados, temperamento, características e mais!

Pug: história, cuidados, temperamento, características e mais!

Um dos cachorros mais queridinhos do Brasil, o pug é uma das raças mais antigas do mundo! Lembrado por seus olhinhos grandes e esbugalhados, além daquele rabinho enroladinho, possuem uma respiração típica e um latido engraçado.

Quer saber informações completas sobre essa raça, qual é o seu temperamento, origem, cuidados necessários e muito mais? Acompanhe aqui então tudo sobre esse amiguinho e fique por dentro.

História do pug

Pug: história, cuidados, temperamento, características e mais!

Os indícios do pug foram encontrados 1700 anos antes de Cristo, porém, não se tem certeza ao certo de sua origem. Há teorias de que ele surgiu do cruzamento entre o pequinês ou o mastife francês, porém sem comprovações.

A teoria mais aceita é de que foram desenvolvidos na China e pertenciam à realeza, sendo posteriormente levados para a Holanda e depois espalhados para outros países da Europa, ganhando diferentes nomes: na França eram chamados de Carlin, na Espanha eram Dugollo, na Alemanha eram os Mops, já na Itália eram conhecidos como Caganlino. Chegaram nos EUA depois da Guerra Civil e foram reconhecidos como uma raça oficial em 1885.

Principais características da raça

Conhecidos por serem braquicefálicos, têm o focinho achatado, o que deixa sua respiração com um barulhinho típico que só quem já ouviu, sabe. Devido a isso, são menos tolerantes ao calor, isso acontece porque quando o focinho é comprido, o ar é resfriado antes que chegue até os pulmões, processo mais difícil no pug.

  • Altura do macho: até 30 centímetros;
  • Altura da fêmea: até 30 centímetros;
  • Peso do macho: 6 até 8 quilos;
  • Peso da fêmea: 6 até 8 quilos.

O pug costuma viver cerca de 13  até 16 anos.

Temperamento do pug

Pug: história, cuidados, temperamento, características e mais!

É conhecido por ser um cachorro de casa, é considerado muito companheiro, sempre te acompanhando a todo o momento, esperando para se sentar com você e ser acolhido. Não costumam latir muito.

Tem um temperamento estável, amoroso, fiel e de total dedicação aos seus donos, costumam ter um bom humor e não gostam muito de esportes ou de bagunça, preferindo ficar ao lado daqueles que ama recebendo carinho e atenção.

É um cachorro muito indicado para quem mora em apartamento ou tem pouco espaço em casa, porém, são muito carentes e podem desenvolver ansiedade ao ficarem muito tempo sozinhos. São cachorros que aprendem rápido, mas podem ser um pouco teimosos e precisam que seus comandos sejam relembrados com frequência.

Essa raça de cachorro é ideal para pessoas que recebem muitas visitas ou tem outros animais em casa, eles são super amigáveis, simpáticos e não ariscos, podendo se habituar a diferentes realidades. São indicados para crianças e também para pessoas idosas.

Características físicas

O pug costuma ter pelos curtinhos, mas que são trocados com frequência, caindo muito. Desse modo, é importante que sempre aconteça a remoção dos pelos mortos por meio da escovação, que deve introduzida na vida dele desde pequeninho para que se torne habitual.

É encontrado nas cores prata, abricó, fulvo e preto, suas orelhas e focinho costumam ser pretos, possuem o rabinho típico de “rocambole”. É chamado de cachorro “toy” pelo seu tamanho e suas particularidades, lembrado pela sua presença constante nas famílias reais.

Cuidados com o pug

Pug: história, cuidados, temperamento, características e mais!

O pug possui algumas predisposições à doenças, como é o caso de seus olhos saltados, que podem desenvolver úlceras ou doença dos olhos secos quando não cuidados. A pele dele também é sensível e necessita de cuidados para que não aconteçam dermatites.

Pela sua respiração limitada, devem ser estimulados desde sempre a exercícios físicos, evitando caminhadas em dias quentes por causa de seu focinho menor.

Quanto as dobrinhas presentes no pug, é preciso que se faça a limpeza frequentemente por meio de lencinhos especiais para que não surjam possíveis alergias ou infecções. Os banhos podem ser dados conforme a sujeira, lembre-se de utilizar shampoos específicos para o companheiro, removendo a oleosidade que prejudica a saúde dos pugs.

Assim como outros hábitos de higiene, deve-se cortar as unhas e escovar os dentes com frequência, caso contrário, haverá o acúmulo de bactérias e possíveis doenças. Outro ponto que merece atenção é seu peso: ele é um cachorro que tem uma tendência grande de engordar, gerando problemas de saúde e sobrecarregando sua coluna, articulações e ossos.

Filhotes de pug

Pug: história, cuidados, temperamento, características e mais!

Os bebezinhos de pug nascem cegos, surdos e sem dentes, sendo que somente após a segunda semana de seu nascimento começam a desenvolver essas funções. É preciso continuar com a alimentação por meio das papinhas de desmame ou ração macia. Seus dentes nascerão entre a terceira até a sétima semana.

É com 9 semanas que ele pode ser introduzido em outra família e desligado da mamãe, começando a consumir apenas ração de filhote. O filhote de pug pode ser encontrado pelos valores de R$1200 até R$7 mil, variando de sua origem e vendedor.

É aconselhado que procure-se por pugs em abrigos e ONGs, há muitos deles abandonados por aí e que podem te oferecer muito amor e carinho, além de terem a chance de se encaixarem em uma nova família.

Comente