Rabo-de-gato – Características e Cultivo dessa planta exótica

Rabo-de-gato já é por si só um nome bem diferenciado, não é? E se refere justamente a uma flor bastante exótica e popular que você encontra no Brasil.

Conhecida também como acalifa ou acalifa-rasteira, o rabo-de-gato é nativa do continente asiático e recebeu esse nome por conta do próprio formato, semelhante ao rabo deste felino.

Características do rabo-de-gato

flores de rabo-de-gato

[VEJA TAMBÉM: MARGARIDA]

O rabo-de-gato é caracterizado também pela presença de “pelos” que brotam na estrutura das flores que fazem com que ele se assemelhe ainda mais com o rabo de um gato mesmo.

Com maior incidência na Índia, o rabo-de-gato é uma espécie de planta que não cresce bastante – seu máximo é 40 centímetros de altura.

A planta é perene, herbácea e florífera: a cor de suas flores é um vermelho muito vivo e que tem a aparência de pelúcia.

As folhas do rabo-de-gato são densas, baixas, possuem um formato denteado e levemente aveludadas. Seus caules são finos e lenhosos.

Além disso, é uma espécie rústica que pode ser cultivada em climas equatoriais, subtropicais e tropicais.

Por ser uma flor resistente, há a possibilidade de floração o ano inteiro.

Existem variedades de rabo-de-gato que produzem flores em tonalidades não só vermelhas, mas também amareladas e esverdeadas:

  • Acalypha wilkesiana é a espécie mais difundida no Brasil:

folhas de rabo-de-gato

Sua folhagem é de tom marrom-acobreado, com manchas rosadas, pretas ou brancas. Suas flores são miúdas.

[VEJA TAMBÉM: NARCISO]

  • Acalypha wilkesiana macafeana:

rabo-de-gato em jardim

São folhas avais e vermelhas que podem se destacar com tons de bronze e vermelho-escuro.

  • Acalypha hoffmannii:

rabo-de-gato

São folhas esverdeadas com manchas bancas.

[VEJA TAMBÉM: FLOR DE LOTUS]

Cultivo do rabo-de-gato

Tal planta não exige muitos cuidados no cultivo, mas algumas dicas servem para uma melhor desenvoltura da espécie e de sua floração frequente.

Uma delas é o tipo de luminosidade que o rabo-de-gato precisa: procure cultivá-la em locais de meia sombra ou sol pleno.

Preze por um solo bastante fértil com matéria orgânica e regas regulares, ou seja, a terra precisa estar sempre molhada, entretanto não encharque as flores, afinal a água em excesso pode ser propícia para o surgimento de fungos.

flores de rabo-de-gato

[VEJA TAMBÉM: AZALEIA]

A adubação também é uma etapa importante para o rabo-de-gato, mas borrife os nutrientes em horários em que o sol não está tão forte para não queimar as folhas.

Embora apresente resistência, o rabo-de-gato não suporta geadas. O rabo-de-gato é uma planta que pode ser plantada em jardineiras ou vasos com outras plantas, mas é também considerada uma planta de forração, isto é, pode servir como um tipo de grama.

A combinação com outras plantas favorece o visual e pode deixar a terra molhada por mais tempo. Outra sugestão de plantio do rabo-de-gato é para a formação de maciços e bordaduras em seu jardim.

O crescimento do rabo-de-gato acontece no início da primavera e dura até o verão.

Cacto rabo-de-gato

cacto rabo-de-gato

[VEJA TAMBÉM: COMO FAZER UM JARDIM SUSPENSO?]

Além da espécie citada acima, você encontra uma espécie suculenta, florífera e ornamental que se caracteriza pelos ramos que, inicialmente se apresentam eretos, mas que depois se tornam pendentes ou prostrados.

Esse cacto é nativo do México que floresce na primavera. Suas flores são zigomorfas (ou seja, há simetria bilateral) e tubulares. Grandes, elas podem ser encontradas em cores intensas de rosa ou vermelho.

O que achou dessa opção para decoração em sua casa? É uma flor inusitada que pode ser o destaque principal de seu jardim!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply