Tipos de Espada de São Jorge para você ter na sua casa

Gosta de ter plantas em casa, mas não consegue cuidar bem delas e a maioria acaba morrendo? Então, ter uma Espada de São Jorge é uma solução para você!

Trata-se de uma planta muito resistente e resiliente, portanto, é perfeita para quem não tem tempo de sobra para podas e regas. A Espada de São Jorge consegue se adaptar a diferentes ambientes, vivendo por um longo período.

espada de são jorge

Quantos tipos têm de Espada de São Jorge?

A Espada de São Jorge pertence ao gênero Dracaena e há pouco mais de uma centena de espécies e variedades. A mais comum é a Trifasciata, que é toda verde e tem manchas verde-escuras. A seguir, você conhece quais são os principais tipos:

Trisfasciata

Também conhecida como Espada de São Jorge e Espada de Ogum, que é o orixá da guerra e coragem nas religiões de origem africana. Destaca-se por ter folha totalmente verde e pequenas manchas em verde-escuro em toda a sua extensão.

Zeylanica

Tipo também conhecido como Espada de Santa Bárbara, que protege contra tempestades, trovões e raios. Também é chamada de Espada de Iansã, que é a orixá dos ventos em religiões africanas.

Esse tipo se caracteriza por ter borda na cor amarela em toda a sua extensão. O centro da folha é verde e pode apresentar manchas na tonalidade verde-escura.

Cylindrica

Variedade que também é chamada de Lança de São Jorge e Lança de Ogum. Caracteriza-se por ser cilíndrica e pontuda, crescendo em leque. Normalmente, requer mais exposição à luz do sol do que a Trifasciata, por isso costuma ser indicada para áreas que não são totalmente cobertas.

Trifasciata var hahnii

Tipo que é popularmente conhecido como Estrela de Ogum, miniespada de São Jorge ou Espada Anã. Essa planta cresce formando uma coroa e é de baixo porte, sem ultrapassar os 15 centímetros de altura.

Normalmente, é uma excelente alternativa para plantar em vasos e para forração de canteiros, inclusive para áreas com sombra total, apresentando boa adaptabilidade.

Trifasciata var moonshine

Variedade que tem formas mais largas do que as demais e esbranquiçadas. Chama a atenção por exigir ambientes de meia-sombra e por ter folhas duras e suculentas. No entanto, pode apresentar folhas moles se submetida a condições severas de estiagem.

Esse tipo de planta nasce com um formato rosáceo, mas as espadas vão crescendo lentamente conforme o desenvolvimento do planta.

Qual a cor da Espada de São Jorge?

Está em dúvida sobre qual a cor da Espada de São Jorge? Na realidade, depende do tipo da planta. Se for o mais comum, a espada é toda verde com manchas verde-escuras.

Mas, há outros tipos dentro esse mesmo gênero de plantas. Em alguns casos, pode combinar as cores verde e amarelo, bem como estar disponível numa tonalidade verde esbranquiçada.

Onde devo colocar a Espada de São Jorge?

A Espada de São Jorge exige menos cuidados do que demais variedades de plantas, mas é preciso dar uma atenção mínima a ela para garantir que fique sempre bonita.

E quais são esses cuidados? Um deles é se atentar ao local em que deixará as plantas, porque isso contribuirá para que cresçam de maneira saudável.

Tenha em mente que se a Espada de São Jorge ficar o dia todo ao sol pleno ela não morre, mas costuma ficar amarelada. Já em ambientes muito escuros ela não consegue se desenvolver corretamente.

Mas, onde deixar a Espada de São Jorge, então? Os locais sombreados são as melhores alternativas. Se a muda for grande e estiver cheia, recomenda-se plantá-la em um vaso maior, para que tenha espaço para brotar nas laterais.

O vaso ou local de plantação deve ter boa drenagem! Se optar pelo vaso, coloque uma camada de pedras no fundo, seguida de areia e uma camada de terra. Somente depois acomode a planta no vaso.

Cuidados com a Espada de São Jorge

A planta não precisa de muita água para se desenvolver e deve ser regada somente quando seu substrato estiver seco, geralmente uma vez por semana.

O recomendado é plantar em um substrato leve e bem drenado com adubo orgânico. Esse tipo de planta não precisa ser adubado regularmente, mas se quiser que ela cresça mais bonita, o ideal é colocar um adubo orgânico a cada 2 meses.

Deixe seu comentário