3 vantagens e 2 desvantagens do piso intertravado; saiba esses detalhes antes de investir

Confira, aqui, três vantagens e duas desvantagens do piso intertravado e saiba detalhes sobre esse revestimento!

O piso intertravado é uma das principais opções disponíveis para revestimento de áreas externas, como o quintal. No entanto, não é todo mundo que conhece essa alternativa.

Esse é o seu caso? Então, você está no lugar certo! Continue a leitura e confira o que é piso intertravado, quais são os principais tipos disponíveis e conheça suas vantagens e desvantagens.

O que é piso intertravado?

3 vantagens e 2 desvantagens do piso intertravado; saiba esses detalhes antes de investir

Trata-se de um tipo de pavimento em que o revestimento é composto por blocos de concreto com intertravamento por areia de selagem. Esses blocos têm entre 6 e 10 centímetros de altura e são assentados de forma interposta, com travamento para garantir a total estabilidade do piso.

As cargas que são colocadas sobre o piso são distribuídas de maneira uniforme pelos blocos, resistidas por conjunto, o que evita deslocamentos das peças. Além disso, elas não rotacionam ou translacionam.

Onde usar o piso intertravado?

piso intertravado

Recomenda-se o uso do piso intertravado em pavimentação de ruas, acessos internos, estacionamentos, calçadas, passeios e quintal.

Independente do uso, é essencial inserir elementos de contenção nas extremidades do piso, como cordões de concreto. Esses cordões podem ser modulares ou lineares.

Tipos de pisos intertravados

piso intertravado em passagem pública

Existem vários tipos de pisos intertravados, todos com funções semelhantes. A única diferença é o formato de cada um. Veja, a seguir, quais são os principais:

  • Piso intertravado retangular;
  • Piso intertravado de dezesseis faces;
  • Piso intertravado raquete;
  • Piso intertravado podotátil direcional;
  • Piso intertravado de alerta;
  • Piso intertravado vazado.

3 vantagens do piso intertravado

piso intertravado e grama

O uso do piso intertravado possui vantagens especiais que você deve conhecer antes de fazer esse investimento. Confira, logo abaixo, quais são as três principais:

1. Grande variedade de cor e formato

O piso intertravado está disponível em ampla cartela de cores e em diversos formatos, o que possibilita explorar vários acabamentos arquitetônicos. Assim, conseguirá valorizar o espaço e o imóvel.

Como já é colorido, elimina a necessidade de pintura ou de manutenção dela. Portanto, é uma alternativa muito mais prática e econômica, principalmente no que se refere à sua preservação.

2. Preço acessível

Para quem busca uma alternativa com preço acessível, o piso intertravado é uma das principais. De maneira geral, a unidade do revestimento possui valor baixo, o que barateia o custo final do projeto.

Ele também pode ser reaproveitado em manutenções, logo, dá para reutilizá-lo no mesmo local de instalação ou em outro espaço, ajudando-lhe a poupar dinheiro na preservação de seu lar. Além disso, reduz a geração de entulhos, sendo uma alternativa sustentável.

Esse tipo de piso diminui a necessidade, em alguns casos pode eliminar, de estruturas de drenagem superficial. O revestimento reduz picos de vazões de enchente, promovendo um efeito natural de filtragem de águas.

3. Vida útil longa

Quando executado corretamente, o piso intertravado possui vida útil longa. Os blocos de concreto possuem durabilidade de cerca de 20 anos. Na prática, isso significa que sua vida útil é maior do que pisos asfálticos, que tem durabilidade de cerca de 10 anos.

Durante todo esse período de uso, as características do piso são mantidas. Ele é perfeito para áreas com tráfego intenso ou de carro, apresenta menor risco de rachaduras, baixa dilatação e trincos. Portanto, vale a pena o investimento.

2 desvantagens do piso intertravado

piso intertravado em rua

Como todo revestimento, o piso intertravado possui desvantagens pontuais. Para que você conheça mais sobre esse material, separamos as duas principais:

1. Dificuldade de instalação em áreas com desníveis

O formato modular do piso funciona muito bem em superfícies planas, com desenhos retilíneos. No entanto, pode dificultar a instalação em chanfros de 40 a 45 graus ou em curvas. Nestes casos, pode acontecer uma perda de revestimento.

A perda normalmente ocorre com o corte de peças, retirada para recolocação, entre outras ações que exigem um cuidado semelhante ao da montagem de um quebra-cabeças.

2. Formação de vegetais

Se a área tiver baixo tráfego, existe a possibilidade de formação de vegetais entre os blocos cheios (não vazados). Essa pode ser uma característica que pode lhe incomodar, exigindo manutenções extras para deixar a área em perfeito estado, de modo a conseguir visualizar o piso facilmente. Portanto, considere essa característica antes de escolher o piso.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Participe dos nossos grupos

FacebookEntre para nosso GRUPO!

Faça parte da nossa comunidade de DECORAÇÃO e ORGANIZAÇÃO

Deixe seu comentário