Início » Pets » Depressão canina: preste MUITA atenção nesses sinais para procurar tratamento LOGO

Depressão canina: preste MUITA atenção nesses sinais para procurar tratamento LOGO

A depressão canina existe e não deve ser menosprezada, afinal, ao contrário dos humanos, os cães não conseguem verbalizar o que estão sentindo e também são criaturas tão complexas quanto a gente.

Essa condição psicológica possui alguns sintomas semelhantes com a doença em nós, humanos. 

Porém, antes de definir que o seu cão está com depressão, é imprescindível que você conheça bem o temperamento dele antes de qualquer diagnóstico. E lembre-se: procure levar seu pet ao veterinário para buscar um tratamento.

Assim, separamos aqui os sinais da depressão canina para você identificar com mais facilidade em seu cachorrinho. Fique atento!

Perder o interesse em suas atividades favoritas

cachorro com brinquedo

Claro, nem todo cachorro gosta de passear ou buscar a bola, por isso a falta de exercício pode não ser o único sinal identificador de depressão canina.

Entenda também:
Como saber se o seu cachorro é feliz?

Na realidade, a chave é perceber se o seu cachorro teve alguma mudança inexplicável de comportamento ou parou de aproveitar as atividades que ele costumava adorar.

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

Por exemplo, talvez o seu cãozinho até brinque uma ou duas rodadas de buscar a bolinha, mas depois já não está mais interessado.

Ou outra situação: talvez o animal tivesse o costume de ficar na porta, esperando um membro da família chegar e agora não faz mais isso.

Dormir mais do que o normal

cão dormindo

Cada animal é diferente, a gente sabe, então não existe um número definido de horas que seu animal de estimação irá dormir por dia se tiver depressão canina.

Nesse caso, verifique se ele está dormindo mais do que o normal.

Por exemplo, se o seu cachorrinho de 15 anos normalmente dorme 14 horas diárias e agora está dormindo por 20 horas, entenda que é uma diferença enorme.

Deixar a comida na tigela

cachorro deitado ao lado de tigela de ração

A depressão canina, como dissemos, pode se manifestar de maneira semelhante à depressão humana.

E isso se nota na perda de apetite do cãozinho – assim como você não consegue comer quando está se sentindo mal, o mesmo ocorre com seu pet se ele estiver depressivo.

Na verdade, se ele não mostrar aquela ânsia habitual por sua comida favorita ou até mesmo começar a perder peso, pode ser um sinal de depressão ou mesmo chateado com você.

Ignorando o momento de diversão

cachorro deitado triste

Um cão deprimido ou triste não terá o mesmo nível de energia de antes, ou seja, você notará que ele não ficará tão animado com as brincadeiras e exercícios.

Por exemplo, se a coisa mais favorita no mundo do seu cãozinho é jogar uma bolinha de tênis, e de repente ele não quer mais fazer isso, algo tem de errado!

Se antigamente ele ficava louco por seu brinquedo favorito e hoje em dia ele apenas tem uma leve curiosidade, o pet pode estar muito deprimido para brincar.

Lamber constantemente

cachorro se lambendo

Esse sinal não é um sintoma comum de depressão canina sozinho, o que indica que você deve considerar outros sinais antes de qualquer coisa.

Os animais não apenas se lambem para se limpar, mas também usam essa ação para se sentirem melhor.

Cães com problemas de ansiedade podem apresentar esse comportamento com ainda mais compulsão, pois é “calmante”.

Causas da depressão canina

cachorro deitado em tapete

Um cachorro pode ficar triste por vários motivos e alguns cenários possíveis estão abaixo:

Vivenciando uma morte na família

O luto não é exclusivo do ser humano: seu cachorro também pode sentir a dor da perda de um ente querido humano ou até mesmo de outro animal.

Seu cãozinho precisa sofrer e passar por esse período triste. Nesse momento, é necessário dar a ele o necessário: conforto.

Mudança para uma nova casa

Uma mudança para um novo lar pode ser algo difícil para os animais, logo seu cachorro pode se sentir deprimido até se acostumar com o novo ambiente.

Portanto, o ideal é que você dê um pouco de tempo e atenção, já que o pet com certeza irá sair dessa e se adaptar com tranquilidade.

cachorro ao lado de chinelo do dono

Ficar sozinho em casa

Os cães são seres sociais e não gostam de ficar muitas horas sozinhos.

Isso sugere que ele pode acabar se desanimando mesmo quando você chegar em casa após um longo dia longe de casa.

Entenda quanto tempo deixa seu cãozinho sozinho em casa e procure fazer algo que garanta que ele não fique desse jeito por tanto tempo, se possível.

Passar muito tempo dentro de casa

Da mesma forma do ponto anterior, se os cães ficam muito tempo presos dentro de casa, isso pode causar depressão canina.

O pet precisa de espaço para correr e extravasar um pouco da energia que possuem, entrar em contato com a natureza, estar sob o sol e até interagir com outros animais e pessoas.

Reserve um tempo do seu dia para levar seu cachorro para passear e garantir que ele sinta um pouco de liberdade e ser feliz.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

    Editora do Homeit.com.br, Bellezamoderna.com.br e Revendedor.com.br. Graduada em Comércio Internacional (UCS/RS), Marketing Digital (SENAC/RS) e atualmente estudando Ciências Biológicas (UNINTER). Fluência em Inglês e estudando Espanhol no momento. É apaixonada por palavras, natureza, tornados, heavy metal e psicologia criminal.

    Deixe seu comentário