Início » Infantil » Erros mais comuns na organização de quartos infantis

Erros mais comuns na organização de quartos infantis

Sabemos que decorar e organizar quarto de criança não é fácil. Afinal, trata-se de uma tarefa que exige muita dedicação e atenção, pois detalhes podem ser prejudiciais e até perigosos para os pequeninos. É necessário pensar em tudo, principalmente quando se trata de crianças mais novas, que estão aprendendo a andar e descobrindo o mundo. E infelizmente, nesse quesito de organização, alguns pais tendem a cometer certos exageros que evoluem para erros. Crianças de todas as idades precisam ter seus quartos bem pensados e organizados. Cada qual com sua particularidade, mas sempre respeitando os limites que garantem a segurança dos pequenos.

Quando se trata de crianças mais novas, os pais não podem se esquecer de certos detalhes. Crianças não tem medo de nada, pois não conhecem o perigo das coisas. É necessário deixar, por exemplo, tomadas em locais estratégicos e escondidos, para que os pequenos não tenham a curiosidade de tentar conectar qualquer coisa que leve ao risco de receberem algum tipo de descarga elétrica. Além disso, é necessário tomar cuidado com objetos e formas pontiagudas – brinquedos, móveis e objetos decorativos. Para essas crianças menores, é recomendado deixar apenas brinquedos macios e incapazes de machucar a altura, pois assim, quando os pais não estiverem por perto, não haverá o risco da criança se ferir ou engolir pequenos objetos.

Ideias de organização de quarto infantil

Para crianças maiores, que já começam a ter força, é recomendado que não deixem coisas de utilidade diária ou os brinquedos preferidos em prateleiras ou compartimentos muito altos, pois nessa idade as crianças já são capazes de arrastar cadeiras, o que pode resultar na tentativa de subir para pegar o brinquedo, o que pode ser arriscado e perigoso pois a criança pode cair e sofrer algum tipo de lesão. Esse tipo de medida deve ser pensada pelo fato de que crianças em determinadas idades, como já foi dito, não tem muita noção de perigo, e por isso, agem de forma ingênua sem considerar possíveis acidentes.

Esses erros podem ser bem comuns, mas devem ser devidamente pensados e considerados para garantir a segurança e o conforto das crianças que residem na casa, prevenindo assim acidentes caseiros. É necessário ter muita atenção na hora de organizar um quarto infantil, e considerar inúmeras situações hipotéticas para que a criança fique segura. Esse planejamento vem do fato de que, infelizmente, os pais não poderão ficar 24h ao lado da criança, principalmente quando se trata de uma criança capaz de se deslocar sozinha – fazendo com que todo cuidado e planejamento seja fundamental para manter a segurança.

O cuidado deve, inclusive, se estender para os outros cômodos da casa. Em algumas lojas de utensílios para casa, por exemplo, existem artigos capazes de prevenir certos acidentes, como protetores de vasos sanitários, geladeiras e gavetas, evitando que a criança entre em contato com qualquer coisa que possa prejudicar sua saúde ou causar algum ferimento.

1 comentário

  • Gostaria de saber o valor, morro em Poa RS

Comente