Início » Plantando » 6 tipos mais populares de rosas: conheça as espécies e saiba identificá-las para embelezar o seu jardim

6 tipos mais populares de rosas: conheça as espécies e saiba identificá-las para embelezar o seu jardim

Descubra quais são as seis espécies mais populares de rosas, conheça mais sobre elas e saiba quais são suas características

As rosas ajudam a colorir e perfumar jardins e ambientes internos quando utilizadas na decoração. Existem vários tipos de rosas, o que acaba dificultando a escolha no momento de definir qual cultivar.

Para te ajudar, preparamos uma lista com os seis tipos mais populares de rosas. Confira quais são, aprenda a identificá-las e veja mais informações relevantes sobre elas!

Tipos de rosa no mundo

6 tipos mais populares de rosas: conheça as espécies e saiba identificá-las para embelezar o seu jardim

Existem mais de 200 tipos de rosas na natureza, pelo menos que já tenham sido identificadas. No entanto, esse número é muito maior quando se considera rosas que são resultados de cruzamentos.

Veja também:
Plantas para varanda

Atualmente, há mais de 30 mil variedades que são cultivadas em todo o mundo, incluindo as de cruzamento. Algumas espécies são características de determinadas regiões, pois se adaptam melhor ao clima e solo do lugar.

6 tipos de rosas mais populares

Existem tipos de rosas que são mais populares, principalmente quando se fala em cultivos em jardins, decorações internas e consumo. A seguir, indicamos quais são os mais conhecidos:

1. Rosas híbridas de chá

As rosas híbridas de chá se caracterizam por necessitar de um espaço amplo para crescer e se desenvolver. Além disso, também precisam receber luz solar em boa parte do dia.

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

rosas híbridas de chá

Elas são cultivadas em canteiros e jardins abertos. Normalmente, a planta que dá esse tipo de rosa pode chegar a medir até dois metros de altura. Outra característica marcante é que a flor possui um aroma que parece ao do chá preto.

2. Rosas arbustivas

Trata-se de um tipo de rosa que é comum em canteiros e jardins. Sua planta de origem normalmente é volumosa, tendo muitas folhas. Normalmente, os arbustos são redondos e possuem folhagem escura.

rosas arbustivas

A planta costuma dar muitas flores, por isso tem efeito ornamental. Ela se adapta bem a diferentes tipos de clima, mas prefere o temperado. Precisa receber seis horas de luz solar por dia.

Esse tipo de roseira dá flores grandes, em cachos que têm entre três e cinco botões. O crescimento é rápido e a planta costuma ser muito resistente a doenças e pragas.

3. Rosas em miniatura

As rosas em miniatura, que também são chamadas de mini rosas, têm porte que varia de 20 a 40 centímetros de altura. Suas roseiras dão flores brancas, vermelhas, amarelas e rosas durante todo o ano.

rosas em miniatura

Um dos seus diferenciais é o fato de ter botões menores do que os de rosas tradicionais. Além disso, sua fragrância costuma ser bastante intensa, perfumando jardins e áreas internas.

Como o porte da planta é menor, recomenda-se seu cultivo em vasos, que devem ter furos na parte inferior para não acumularem água da rega. Para uso na decoração, considere utilizar cachepot para tornar a planta ainda mais bonita.

4. Rosas rasteiras

Trata-se de uma variedade que tem folhas verdes escuras, serreadas nas bordas. É uma roseira que possui espinhos, que protegem a planta. A variedade é de baixo porte, daí o seu nome “rosa rasteira”.

rosas rasteiras

A roseira floresce uma vez ao ano, mas também pode ter florescimento contínuo, dependendo das condições do local de cultivo. Dá flores vermelhas, brancas, róseas, amarelas e alaranjadas.

Esse tipo de rosa é perfeito para quem tem pouco espaço para cultivo e um lugar que recebe luz solar ao longo do dia. No entanto, ela também é adaptável à meia-sombra. Pode ser plantada em vasos pendentes, garantindo um efeito bonito para a decoração.

5. Rosas trepadeiras

Apesar do nome, esse tipo de rosa não é uma trepadeira tradicional. Ela se chama assim porque seus ramos são longos e podem ser fixados em estruturas de ferro, madeira e muros, parecendo uma planta trepadeira.

rosas trepadeiras

A roseira possui folhas verdes, tanto num tom médio como escuro, com bordas serreadas. Seus ramos geralmente são espinhentos. As inflorescências são piramidais, em cachos.

As rosas se caracterizam por ter um perfume agradável. A planta tem floração todo o ano, mas esse processo costuma ocorrer de forma mais intensa na primavera.

6. Rosas sempre-floridas

As rosas sempre-floridas são plantas perenes, por isso recebem esse nome. A roseira tem altura de 80 centímetros a 1,2 metro, além de exigir poucos cuidados de cultivo.

rosas sempre-floridas

Curiosamente, é uma roseira que precisa ser cultivada em um canteiro, jardim ou vaso com bom espaço para as raízes, pois elas costumam crescer bem. Assim, garante-se o correto desenvolvimento da planta.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Redatora com anos de experiência e atuando no HomeIT desde 2022. Possui textos publicados em grandes sites sempre com informações completas, técnicas de apuração e SEO.

Deixe seu comentário