Início » Jardinagem » Grama Preta no Jardim: Ideias para Cultivar Essa Tendência de Beleza Única

Grama Preta no Jardim: Ideias para Cultivar Essa Tendência de Beleza Única

De tempos em tempos, novas tendências de jardinagem surgem e deixar os entusiastas de paisagismo malucos. A ideia da vez é a grama preta, uma espécie da grama ornamental de tom verde muito escuro, que dá um contraste lindo quando combinado com outras plantas ou elementos de jardins.

Mas como cultivar essa beleza em casa? Para a felicidade de quem ama sair do óbvio, cuidar da grama preta não é uma tarefa assim tão difícil.

Confira a seguir algumas ideias e dicas que vão te ajudar a colocar essa espécie de forração de solo em evidência na sua casa, deixando tudo muito mais bonito.

5 – Busque plantar a grama preta em locais de pouca circulação

grama preta

Apesar da beleza que a grama preta oferece, é preciso calcular bem a sua localização no jardim.

Por ser uma cobertura vegetal sensível a pressão, áreas com menor tráfego de pessoas e animais são ideais, pois evitam possíveis danos à planta. Espaços entre trilhos de concreto, pedras ou trilhas de madeira, podem ser os lugares mais interessantes de se ter esse tipo de vegetação, pois além de fazer uma “separação” de elementos, são pequenas áreas que não costumam ser atingidas pelos pés.

Outra ideia é colocá-la como base de canteiros de flores, ou justamente para criar uma “limitação” de onde se pode ou não circular no jardim.

4 – Drenagem do solo é importante no cultivo dessa grama

Para que a grama preta cresça e alastre, não somente a escolha do local, mas também a condição do solo é muito importante.

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

Evitar o encharcamento do solo é crucial para a sobrevivência dessa grama, que apesar de necessitar ser molhada a cada dois dias, não reage bem em solo muito molhado. Por isso, é interessante dosar a quantidade de água na hora da rega, e em período do ano muito frios ou úmidos, buscar usar substratos que ajudem na absorção da água, são a chave para que a sua grama não sofra tanto.

3 – Iluminação versátil

No cultivo da grama preta, a necessidade de iluminação é versátil, já que ela se adapta tanto a locais de sol pleno quanto de sombra. Contudo, é importante monitorar seu crescimento vigoroso, já que ela pode se alastrar facilmente para locais além daquela limitação que você deseja.

2 – Use a grama preta para delinear áreas do jardim e contrastar com outras plantas

Como já citado, uma das maiores vantagens da grama preta, é que ela serve também como uma poderosa ferramenta para definir e realçar as linhas do paisagismo.

Seja demarcando áreas específicas ou traçando os caminhos do jardim, esta grama oferece uma tapeçaria linda e escura, que realça as cores e formas das plantas ou elemento ao seu redor, criando um sofisticado efeito visual.

Como elemento de desenho paisagístico, as oportunidades de incorporar a grama preta em um jardim são variadas, e você pode soltar a criatividade.

1 – Não esqueça de adubar a sua grama

Finalmente, para que a grama preta mantenha sua saúde e a tonalidade que a torna única, é muito importante mantê-la bem nutrida.

O ideal é a adubação a cada seis meses, respeitando as necessidades nutricionais especiais dessa espécie. Existem no mercado uma infinidade de opções de adubos e fertilizantes para gramas, específicos para a nutrição e preservação de ervas daninhas, que estragam o visual dessa vegetação.

Lembrando apenas que, após a adubação, é importante regar bastante a grama, para evitar que os produtos acumulem demais em um único local.

Esse cuidado regular contribui para a preservação da vitalidade e da qualidade das folhas, evitando que sua grama preta vá minguando com o passar do tempo, ou perca seu tom escuro característico.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

É formada em Marketing pelo Centro Universitário Internacional e atriz licenciada pelo SATED/PR desde 2017. Trabalha com gestão de mídias sociais e redação criativa além de atuar em várias frentes de comunicação midiáticas.

Deixe seu comentário