Início » Plantando » Cacto Mandacaru – Como cuidar deste tipo de cacto típico do nordeste brasileiro

Cacto Mandacaru – Como cuidar deste tipo de cacto típico do nordeste brasileiro

O mandacaru, cientificamente chamado de Cereus jamacaru, é um cacto que simboliza a resiliência e a cultura da região nordeste do Brasil, com sua beleza bruta e sua capacidade de sobreviver em um clima extremo.

O mandacaru é uma espécie adaptada para sobreviver em condições adversas, sendo capaz de armazenar água e suportar longos períodos de seca, uma habilidade que o torna uma espécie fácil de cuidar e cultivar em casa.

As principais características do Cacto Mandacaru

cacto mandacaru

O mandacaru é frequentemente encontrado no bioma da Caatinga, onde as condições são predominantemente secas e áridas.

Este cacto pode alcançar alturas impressionantes, variando de 4 a 5 metros, e é facilmente reconhecido por ter aquela aparência “clássica” de cactos, com uma estrutura comprida, e ramificações espinhosas surgindo da base.

Suas flores brancas e grandes são um espetáculo quando surgem, geralmente desabrochando durante a noite.

A seguir você confere 5 dicas de como cuidar de um cacto mandacaru e tê-lo como um dos destaques da sua casa.

1. Escolha do Local Adequado

O mandacaru é um cacto que adora luz solar direta. Portanto, é crucial escolher um local que receba luz solar plena por várias horas ao dia.

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

Se estiver plantando em um vaso dentro de casa, posicione-o próximo a uma janela que receba bastante sol, já para o plantio externo, tenha certeza de que o local não será sombreado por outras plantas ou estruturas.

2. Preparação do Solo

O solo ideal para o mandacaru deve ser extremamente bem drenado.

Para isso, use uma mistura de terra para cactos disponível em lojas especializadas em plantas, ou crie uma mistura caseira com partes iguais de areia grossa, perlita e turfa.

A boa drenagem é vital para evitar o acúmulo de água que pode levar à podridão das raízes, um problema comum em cactos quando em solos inadequados.

3. Rega Apropriada

Embora o mandacaru seja altamente resistente à seca, ele ainda vai precisar de algumas regas durante os meses mais quentes e secos.

A frequência para aguar o cacto depende do clima e das condições do solo, mas como regra geral, busque regar a planta a cada duas ou três  semanas, ajustando conforme necessário para garantir que o solo tenha tempo de secar completamente entre as regas.

No inverno, reduza para uma vez por mês ou de acordo com a necessidade, observando sempre a umidade do solo.

4. Fertilização

Fertilizar o mandacaru pode ajudar no seu crescimento e floração, mas deve ser feito com cuidado.

Use um fertilizante de liberação lenta, específico para cactos, e aplique-o na primavera e no verão. Evite adubar excessivamente, pois isso pode causar mais mal do que bem, levando a um crescimento sem nutrientes e aumentando as chances de doenças.

5. Reprodução

A reprodução do mandacaru pode ser realizada por sementes, mas fazê-la por cortes de galhos é um método prático e eficiente.

Para isso, corte partes do cacto e deixe cicatrizar por alguns dias. Depois disso, basta plantar essas partes no solo preparado conforme explicação anterior.

Esta técnica favorece uma rápida adaptação e crescimento, e é ideal para quem deseja propagar a planta de maneira rápida e controlada.

A Importância Ecológica do Cacto Mandacaru

cacto mandacaru (3)

Ecologicamente, o mandacaru desempenha um papel muito importante, especialmente em sua região de origem.

Ele serve como fonte de alimento para diversas espécies de animais, principalmente durante a estação seca, quando outras fontes de nutrição são escassas. Além disso, suas raízes ajudam na restauração de solos degradados, promovendo a estabilidade do solo e reduzindo a erosão.

CONFIRA Também: Cacto Amendoim: nossas melhores dicas de cultivo e como inserir na decoração (com fotos)

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

    É formada em Marketing pelo Centro Universitário Internacional e atriz licenciada pelo SATED/PR desde 2017. Trabalha com gestão de mídias sociais e redação criativa além de atuar em várias frentes de comunicação midiáticas.

    Deixe seu comentário