Cuidados com vermes em seu gato: prevenção, remédios e mais

Entre os cuidados com o felinos, há vacinação e vermifugação dos bichinhos. Os vermes em gatos pode causar uma série de problemas, como anemia, fraqueza, diarreia e até levá-lo à morte. É possível evitar tudo isso através do uso de vermífugos.

Os vermífugos são preventivos, por isso é importante sempre oferecer aos gatos com a periodicidade indicada pelo veterinário. Entenda melhor a importância da vermifugação e como realizar nos gatos:

Vermes em gatos: o que são e o que causam?

Cuidados com vermes em seu gato: prevenção, remédios e mais

Vermes são parasitas internos que atacam gatos e cães. Existem vários tipos, os mais comuns são:

  • Lombrigas;
  • Tênias;
  • Verme Chicote;
  • Ancilostomo.

Contudo, somente os dois primeiros podem ser vistos a olho nu. É importante evitar o surgimento desses parasitas, pois podem causar uma série de complicações no animal.

6 brinquedos para gatos! Veja aqui!

Os sintomas mais comuns de vermes em gatos são:

  • Diarreia (às vezes com sangue);
  • Perda de peso em gatos adultos;
  • Atraso no crescimento em gatos jovens;
  • Abdômen inchado;
  • Dor no abdômen quando palpado;
  • Pelo áspero e quebradiço;
  • Pele seca;
  • Vômito (com ou sem a presença de vermes).

Nem sempre o animal irá apresentar os sintomas acima. Em alguns casos, os ovos ou larvas ficam adormecidos no organismo, acordando em momentos de estresse ou ainda durante a gestação das fêmeas.

É possível tratar o problema, mas o ideal é realizar a vermifugação para evitar transtornos maiores. Quando esses cuidados com o gato não são feitos, os vermes podem causar anemia profunda, levando o animalzinho à morte.

Como prevenir os vermes em gatos

A melhor forma de prevenir e tratar os vermes é através da vermifugação frequente. O ideal é consultar o veterinário para que ele indique a frequência adequada. De uma maneira geral, em filhotes de gatos a vermifugação deve acontecer em 3 doses:

  • 30 dias;
  • 45 dias;
  • 60 dias.

Durante a vida adulta, o veterinário irá recomendar a frequência exata, mas no geral os gatos devem tomar vermífugos entre 4 e 6 meses. Quando se tem bebês em casa, recomenda-se vermifugar os animais a cada 4 meses.

Mesmo com a medicação é interessante tomar outros cuidados para evitar os vermes. Se o seu gato costuma dar suas escapadas, é bom redobrar os cuidados. Parques, jardins e outros locais onde animais são permitidos, geralmente são infestados de larvas desses parasitas.

Limpar a caixa de areia do seu gato frequentemente também é uma forma de prevenir o problema.

Vermes em gatos passam para humanos?

Cuidados com vermes em seu gato: prevenção, remédios e mais

Sim, os vermes dos gatos podem passar para os humanos. Por esse motivo recomenda-se vermifugar mais frequentemente quando há bebês em casa.

Quando os vermes dos animais acabam passando para os seus donos, podem causar uma série de problemas, desde inflamação e até mesmo cegueira.

Para prevenir os vermes dos animais de estimação em humanos, o ideal é realizar a vermifugação dos gatos e cachorros. Além de limpar com frequência o local onde eles costumam defecar.

Crianças estão mais propensas a esse tipo de problema, portanto tenha cuidado redobrado com elas, principalmente se brincam no mesmo espaço onde os gatos costumam fazer suas fezes.

Cuidados gerais na vermifugação dos gatos

É possível comprar vermífugos sem receita do veterinário. No entanto, esses medicamentos nem sempre são eficientes. O ideal é consultar o veterinário do seu gato para que ele recomende o medicamento certo, de acordo com o peso do animal.

Alguns vermífugos não previnem contra todos os tipos de verme, por isso é importante consultar o veterinário para saber qual o melhor para o seu companheiro.

10 sinais de câncer em gatos: fique atento!

Após a ingestão do vermífugo, se o animal estiver com vermes, os mesmos podem sair através das fezes. Por isso não se assuste se algum parasita aparecer no cocô do animal.

Nestes casos é fundamental redobrar o cuidado com a limpeza e higiene, principalmente nos locais onde o seu gato costuma evacuar. Se for a caixa de areia, limpe mais vezes e troque a areia. Se for no jardim, retire as fezes para limpeza do local.

Se o seu gato toma algum outro medicamento, converse com o veterinário para saber se há algum problema vermifugar enquanto estiver tomando outro remédio. Em alguns casos, recomenda-se esperar o tratamento para depois usar o vermífugo no animal.

Deixe seu comentário