Início » Plantando » 6 erros mais comuns de sua horta: aprenda o que prejudica suas plantas e como evitá-los

6 erros mais comuns de sua horta: aprenda o que prejudica suas plantas e como evitá-los

Você conhece os erros mais comuns de sua horta? Talvez, você esteja cometendo-os e nem se dando conta que são eles que interferem no bom crescimento e colheita.

Por isso, é sempre bom estar atento aos cuidados mais essenciais para que sua hortinha se desenvolva bem e forneça temperos, hortaliças e outras plantinhas incríveis e frescas.

Entenda aqui os erros que mais ocorrem em sua horta e saiba como evitá-los ou solucioná-los corretamente.

A horta está no local incorreto

horta

Entre os erros mais comuns de sua horta, podemos destacar justamente a escolha errada de local para ela, afinal isso interfere muito no desenvolvimento das plantas.

Veja também:
Como fazer horta com garrafa pet?

Esteja instalada em seu jardim, ou mesmo em um espaço de seu apartamento, sua horta precisa de exposição direta do sol e ventilação.

A iluminação solar plena é crucial, principalmente para grande parte das hortaliças, para garantir um crescimento saudável. De preferência, a horta precisa receber, pelo menos, 5 horas diárias de sol, está bem?

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

Em apartamentos, o ideal é montar sua horta em vasos ou jardineiras em janelas ou na varanda. O sol da manhã é ainda melhor!

Erros nas regas

rega de planta em quintal

Você pode estar regando suas plantinhas demais ou pouco, sabia? Logo, esse é um erro possível de sua horta e que pode acabar com seus cultivos.

Em primeiro lugar, é necessário adequar a quantidade de água conforme cada estação do ano. Além disso, a rega também se altera durante as fases de desenvolvimento das espécies!

Uma recomendação é que a rega de mudas seja feita com borrifador, evitando encharcar o solo por completo. Depois, quando as plantas atingirem mais ou menos uns 10 centímetros, comece a usar um regador.

Em dias quentes, as plantas jovens podem ser regadas duas vezes ao dia, enquanto que as mudas podem receber água três vezes diariamente (diminua a quantidade, ok?).

Já em temperaturas amenas, uma rega por dia é suficiente para plantas jovens. Para as adultas, regue de quatro a cinco vezes na semana.

O substrato das plantas deve estar sempre úmido, mas nunca encharcado.

Preparar o substrato incorretamente

pessoa plantando morango no solo

Esse é um dos erros mais comuns de sua horta porque pode favorecer o encharque do solo e, consequentemente, prejudicar as plantas.

Nesse caso, evite substratos densos, inférteis, compactos e que não possuem conteúdo orgânico. 

Opte por versões leves, aeradas e com boa drenagem, bem como fértil. Uma dica, caso tenha dúvida sobre os vários tipos de substratos existentes, é misturar terra comum, terra vegetal e um adubo orgânico, como é o caso do húmus.

Utilizar vasos (ou potes) que não têm furos

plantinhas em vasos

Se há acúmulo de água nas raízes, ainda mais em vasos ou jardineiras, a planta não será capaz de absorver os nutrientes do solo.

A recomendação é que você use recipientes que tenham perfurações na base, assim haverá o escoamento da água das regas. 

Independentemente do tipo de vaso, pote, lata ou outro item que você escolher para sua horta, lembre-se de fazer buraquinhos improvisados para que haja drenagem apropriada.

E caso você coloque algum prato embaixo do vaso, procure sempre esvaziá-los para afastar os mosquitos transmissores de doenças.

Erros na semeadura

plantas em horta

Quer muitas plantas, mas acha que todas elas podem ser semeadas em um mesmo espaço – e ainda apertado? Calma aí!

Entendemos que nem todo mundo tem um espaço disponível para ter uma horta grande, mas isso não é justificativa para colocar várias plantas em um vaso só!

Evite amontoar as mudas em um mesmo pote, ou seja, não coloque mais do que três sementes em cada cova, tá? Afinal, cada uma dessas plantinhas precisam de espaço para seu desenvolvimento.

Aliás, para plantas que nascem em “maços”, como é o caso do coentro, por exemplo, você pode incluir oito sementes por cova.

Outro erro sobre a semeadura é a profundidade: enterrar demais as sementes pode ser um problema, pois elas não terão forças para germinar. A sugestão é colocá-las próximas da superfície, em no máximo 0,5 centímetros de profundidade.

Esquecer de adubar

pessoa com terra na mão

Toda planta precisa de nutrientes, isso é indiscutível. O ideal é que você adube a sua horta pelo menos uma vez ao mês, podendo intercalar vários adubos orgânicos, como sachê de chá, adubo da composteira, farinha de osso, húmus, etc.).

Se preferir, você pode comprar adubos prontos em floriculturas ou mercados.

Com uma deficiência em nutrientes, a planta não se desenvolve. Entre eles, podemos destacar o nitrogênio, potássio e o fósforo. 

Você pode notar sinais nas plantinhas: amarelamento nas folhas mais velhas é sinal de falta de nitrogênio, por exemplo. A falta de potássio também causa esse problema, além da necrose das plantas e margens das folhas.

Já a ausência de fósforo afeta em um menor crescimento das plantinhas e no bronzeamento das folhas.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Editora do Homeit.com.br, Bellezamoderna.com.br e Revendedor.com.br. Graduada em Comércio Internacional (UCS/RS), Marketing Digital (SENAC/RS) e atualmente estudando Ciências Biológicas (UNINTER). Fluência em Inglês e estudando Espanhol no momento. É apaixonada por palavras, natureza, tornados, heavy metal e psicologia criminal.

Deixe seu comentário