Início » Jardinagem » 5 espécies de plantas DIFERENCIADAS para você ter em sua casa; a 3ª é minha favorita

5 espécies de plantas DIFERENCIADAS para você ter em sua casa; a 3ª é minha favorita

Conheça cinco espécies de plantas diferentes para ter em casa, complementando a decoração de seu lar com mais cor!

As plantas ajudam a complementar a decoração da sua casa e de seu jardim, dando cor e vida para áreas internas e externas.

Na hora de garantir plantas, é comum ficar em dúvida sobre qual comprar. Para lhe ajudar nessa tarefa, preparamos uma lista com 5 espécies diferenciadas para você ter em casa. Continue a leitura, descubra quais são e escolha a sua favorita!

1. Begônia beleaf

5 espécies de plantas DIFERENCIADAS para você ter em sua casa; a 3ª é minha favorita

Trata-se de uma planta tropical que faz parte do grupo de shower plants, ou seja, plantas que gostam de locais úmidos. Inclusive, dá para mantê-la em áreas internas, sem ter muito trabalho com regas.

Embora seja uma planta que suporta bem a umidade, não se recomenda regá-la em excesso, pois água demais pode levar ao surgimento de fungos e doenças.

A begônia beleaf se caracteriza por dar um toque exótico para o jardim ou decoração interna, por conta de suas folhas que combinam tons de verde e rosa.

No entanto, é uma planta que costuma atrair lesmas, caracóis e besouros. Se identificar folhas com marcas de mordida, é sinal de que esses animais estão na begônia e se recomenda uma catação manual desses bichos. Assim, conseguirá mantê-la saudável e bonita.

2. Suculenta rosa de pedra

Suculenta rosa de pedra
Suculenta rosa de pedra

Tipo de suculenta que também é chamada de echeverría. É uma planta com formato que parece o de uma rosa clássica, com um coração no centro. É um detalhe delicado que chama a atenção e encanta.

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

Trata-se de uma suculenta com coloração rosada em suas folhas, o que dá um charme especial para a planta. O melhor? Ela possui cultivo simples, sem demandar grandes cuidados.

As regas são feitas esporadicamente, somente quando a terra estiver seca, embora a suculenta resista bem a períodos sem água. A terra deve ficar úmida e não encharcada, para não apodrecer as raízes.

A suculenta rosa de pedra deve receber o sol do começo da manhã ou do fim da tarde, para que suas folhas cresçam de forma saudável e a planta fique ainda mais bonita.

3. Peperômia

Peperômia
Peperômia

A peperômia é uma planta de baixa manutenção, portanto, não terá muito trabalho para cultivá-la. Ela possui folhas com formas arredondadas, o que dá delicadeza à planta.

Mas não é só isso: a peperômia possui listras verdes nas folhas, lembrando a casca de melancia. É justamente por isso que a planta também é chamada pelo nome dessa fruta.

Quer colocar essa planta na decoração de seu lar ou jardim? Então, saiba que é importante não a deixar diretamente sob a luz do sol, pois ele pode queimar as folhas da peperômia com facilidade.

Outro cuidado que se deve ter diz respeito à rega. Não se recomenda deixar a terra encharcada, pois o excesso de água pode comprometer as raízes da planta, apodrecendo-as.

Se identificar que as folhas da planta estão caindo, isso é um sinal claro de que o vaso está muito molhado. Neste caso, recomenda-se que faça o transplante, com troca de vaso e de substrato. Dessa forma, conseguirá garantir que a peperômia viva por mais tempo.

4.Palmeira azul

Palmeira azul
Palmeira azul

 

A palmeira azul é uma planta da família Arecaceae, que é originária do Madagascar. Ela pode chegar a 15 metros de altura e tem folhas em forma de leque. Outro destaque da planta é o tom azulado da folha.

Esse tipo de palmeira pode ser cultivado em áreas internas e externas. Caso plante em vaso, o recipiente deve ser grande para possibilitar que a palmeira tenha espaço suficiente para crescer.

A planta deve passar por regas regulares e o ideal é que fique sob a incidência direta do sol. Ela é muito tolerante ao calor, mas também consegue suportar bem temperaturas mais baixas, até 10º C.

5. Armadilha de vênus

Armadilha de vênus
Armadilha de vênus

A armadilha de vênus é uma planta carnívora, portanto, exige cuidados específicos para ser cultivada. No entanto, são fáceis de serem adotados no dia a dia.

Essa é uma planta que deve ser cultivada a sol pleno. Se não for possível, deixa-a a meia-sombra. Não se recomenda dar insetos ou carne para a planta, a indicação é que deixe que ela se alimente sozinha. Mas dá para ajudá-la deixando um pedaço de fruta próximo para atrair insetos.

Durante o inverno, a planta entra em período de dormência e deve ser posta numa área com temperatura de 4 a 12º C, para evitar seu ressecamento.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário