Início » Pets » Passarinho resgatado: veja o que você pode fazer e como cuidar de filhote caído do ninho

Passarinho resgatado: veja o que você pode fazer e como cuidar de filhote caído do ninho

Descubra, aqui, como cuidar e o que fazer para ajudar um filhote de passarinho resgatado que caiu do ninho!

Quando um filhote de passarinho cai do ninho, nossa primeira reação é ajudar o animal. No entanto, é importante saber como fazer isso, para não colocar a saúde dele em risco, muito menos a sua.

A seguir, apresentamos dicas sobre o que você pode fazer e como cuidar de um passarinho resgatado. Confira e aproveite para colocar nossas dicas em prática!

Confira se o passarinho realmente precisa de sua ajuda

Passarinho resgatado: veja o que você pode fazer e como cuidar de filhote caído do ninho

Antes de resgatar o animal, é importante verificar se ele realmente precisa de sua ajuda. Se estiver machucado ou aparentar que está doente, o melhor é recolhê-lo e levá-lo para um veterinário.

Por falar em passarinhos, leia:
Como cuidar de calopsita?

Outros sinais de que o passarinho resgatado precisa de atendimento de um profissional é quando ele não consegue se mover ou bater asas, está com feridas visíveis, sangramento, tremor ou asas posicionadas de forma irregular.

Certifique-se de que é um pássaro seguro para resgate

filhote de passarinho sendo cuidado

Existem pássaros que você não deve lidar, porque são mais ariscos e há uma maior chance de que você se machuque no processo. Entre as principais espécies estão a coruja, o urubu, o gavião, a garça, o falcão ou qualquer ave de rapina.

De maneira geral, os pássaros com bico grande e pontudo são os mais perigosos. Quando estão assustados ou feridos, eles se defendem atacando. Portanto, é melhor evitar.

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

Mas como proceder se encontrar um pássaro de uma dessas espécies precisando de ajuda? Nossa dica é que anote a localização do animal e comunique a secretaria municipal do meio ambiente. Para saber formas de contato, verifique o site oficial do órgão da cidade onde você reside ou está de passagem.

Aqueça o passarinho resgatado

pessoa cuidando de passarinho resgatado

Caso o animal aparente que está com frio, o ideal é aquecê-lo, o que pode ser feito colocando-o em uma caixa, como a de papelão. Em uma das extremidades da embalagem, coloque uma bolsa térmica ou uma garrafa com água quente ou morna envolta em um pano.

Certifique-se de que a bolsa ou a garrafa térmica não está molhada ou vazando. O local deve ficar seco, para que o passarinho tenha maior conforto térmico.

Verifique se a ave possui sinais de lesões

passarinho em mão

Se o passarinho tiver sinais de lesões, você deve transportá-lo com segurança. Para isso, pegue uma caixa de papelão, como uma de sapato, e faça furos para ventilação. Então, forre a embalagem com um pano limpo ou papel toalha.

Lave as mãos, coloque luvas e erga o passarinho com cuidado, colocando-o na caixa em seguida. Então, leve o animal ao veterinário. Procure não mexer muito no pássaro, que não deve ser manuseado ou alimentado sem necessidade.

Quando o animal está em choque, ele não consegue fazer o processo de digestão normalmente, por isso não se recomenda dar alimentos a ele.

Devolva o animal ao seu ninho

passarinho em ninho

Se o pássaro estiver saudável e souber onde está seu ninho, o ideal é devolvê-lo ao local. Para isso, use luvas, procurando manuseá-lo com cuidado. Quando colocar o animal de volta em seu ninho, ele será cuidado por seus pais.

Faça um ninho substituto

mão segurando filhote de pássaro

Não encontrou o nicho o passarinho? Neste caso, é importante improvisar um para que o animal se sinta protegido. Existem diferentes formas de fazer isso, como usar potes de plástico, embalagens de isopor ou de papelão.

Faça furos no fundo dela, para que tenha uma drenagem correta. Então, forre com um papel toalha e pendure o ninho substituto em uma árvore ou arbusto. Evite deixar em locais próximos de gatos ou cachorros.

Recolha o passarinho usando luvas e com cuidado. Coloque-o nesse ninho improvisado e pronto! Há a possibilidade de que os pais do bichinho consigam encontrá-lo, portanto, seu trabalho termina aí.

Se isso não acontecer, você pode chamar a secretaria municipal de meio ambiente de sua cidade. Durante esse período, evite dar água ou alimento para o animal, a não ser que conheça bem a espécie que salvou ou tenha a orientação de um profissional.

Caso salve um filhote mais velho, o ideal é que o deixe em um galho, onde consiga ficar empoleirado com segurança. Mas como saber se se trata de um filhote mais velho?

Ele tem características específicas, como penas e habilidade de saltitar no chão. Os mais novos possuem poucas penas e, dependendo do tempo de vida, ainda estão com os olhos fechados.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

    Redatora com anos de experiência e atuando no HomeIT desde 2022. Possui textos publicados em grandes sites sempre com informações completas, técnicas de apuração e SEO.

    Deixe seu comentário