Início » Dicas » 6 problemas com conceito aberto no lar (e como você DEVE resolvê-los)

6 problemas com conceito aberto no lar (e como você DEVE resolvê-los)

O conceito aberto é uma tendência que vem ganhando cada vez mais espaço na arquitetura e na decoração de casas, pois visa integrar os ambientes, eliminando paredes e divisórias, criando uma sensação de amplitude, luminosidade e fluidez. Porém, existem alguns problemas com conceito aberto que você deve conhecer e também as maneiras de resolvê-los, um por um. Acompanhe abaixo as informações!

Falta de privacidade

Sem dúvida, um dos problemas com conceito aberto no lar é a falta de privacidade. 

painel ripado dividindo ambientes

Ao eliminar as paredes, você também elimina a possibilidade de se isolar em um ambiente, seja para trabalhar, estudar, descansar ou simplesmente ter um momento só seu. 

Além disso, você também fica mais exposto aos olhares dos vizinhos e dos visitantes, o que pode ser desconfortável.

Como resolver: crie zonas de privacidade dentro do espaço aberto, usando elementos como cortinas, biombos, estantes, divisórias vazadas ou móveis modulares. Esses elementos não comprometem a integração e a iluminação natural. 

Você também pode optar por manter algumas paredes ou portas, especialmente nos quartos e nos banheiros, onde a privacidade é mais importante.

Ruído excessivo

Outro problema com conceito aberto é o ruído excessivo. 

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

espaço amplo de casa integrando cozinha e salas de estar e jantar

Ao integrar os ambientes, você também integra os sons, o que pode gerar uma poluição sonora indesejada. Imagine que você está tentando assistir a um filme na sala, mas o barulho da máquina de lavar na cozinha, da conversa no quarto ou do trânsito na rua não te deixa ouvir nada.

Ou que você está tentando dormir, mas o som da TV, do telefone ou da música não te deixa relaxar. De fato, isso pode ser muito estressante e prejudicial para a sua saúde e bem-estar.

Como resolver: invista em materiais e objetos que absorvam ou isolam o som, como tapetes, cortinas, almofadas, quadros, plantas, espumas acústicas ou painéis de madeira. Esses materiais e objetos podem ser usados para revestir as paredes, o piso ou o teto, ou para decorar os ambientes, criando uma atmosfera mais aconchegante e silenciosa. 

Aliás, é possível também optar por fones de ouvido, caixas de som direcionais ou aparelhos de som com controle de volume, para evitar que o som se espalhe pelo espaço.

Falta de personalidade

sala de estar e cozinha com conceito aberto

Ao integrar os ambientes, você também arrisca criar um espaço monótono, sem graça e sem identidade. Imagine que você tem uma sala, uma cozinha e uma sala de jantar que compartilham o mesmo estilo, as mesmas cores, os mesmos móveis e os mesmos objetos. Isso pode ser muito entediante e desestimulante.

Como resolver: crie zonas de personalidade dentro do espaço aberto, usando elementos como cores, texturas, estampas, formas, iluminação, arte ou plantas. Esses elementos podem ser usados para diferenciar os ambientes, criando contrastes, pontos de interesse e harmonia. 

Procure também misturar estilos, materiais e objetos, desde que haja um equilíbrio e uma coerência entre eles. O importante é que o espaço reflita a sua personalidade, o seu gosto e o seu estilo de vida.

Dificuldade de climatização

Outro problema bem comum quando falamos de conceito aberto é a dificuldade de climatizar o ambiente, seja para aquecer ou para resfriar. 

integração de salas de jantar e estar

Como o espaço é amplo e integrado, é mais difícil manter uma temperatura agradável e uniforme em todos os pontos. Ademais o consumo de energia pode ser maior, pois é preciso usar mais aparelhos de ar-condicionado, ventiladores ou aquecedores para atingir o conforto térmico.

Como resolver: invista em materiais e objetos que ajudem a regular a temperatura, como cortinas, persianas, toldos, tapetes, almofadas, mantas ou cobertores, assim eles irão bloquear ou filtrar a entrada de luz solar, que é uma das principais fontes de calor, ou ajudarão a criar uma sensação de aconchego e calor nos dias frios. 

Sugerimos ainda que você use aparelhos de climatização com controle remoto, timer ou sensor de presença, para economizar energia e evitar o desperdício.

Perda de espaço de armazenamento

salas de jantar e estar integradas com cozinha

Ao derrubar as paredes, você também perde a possibilidade de usar armários, prateleiras, nichos ou ganchos para guardar e organizar os seus pertences, o que pode gerar uma sensação de bagunça, desordem e falta de espaço.

Inclusive, você também fica com menos opções de decoração, pois as paredes são ótimas para pendurar quadros, espelhos, relógios, plantas ou qualquer outro objeto de seu desejo.

Como resolver: use móveis multifuncionais, que além de servir como divisórias, também servem como armários, estantes, bancadas ou mesas. 

Inclua ainda cestos, caixas, baús ou gavetas, que podem ser colocados sob ou sobre os móveis, ou embaixo da cama, ou do sofá, para aproveitar melhor o espaço.

Maior custo de reforma

Ao optar pelo conceito aberto, você pode ter que gastar mais dinheiro e tempo para adaptar o seu imóvel às suas necessidades e preferências. 

conceito aberto com cozinha e sala de jantar integrados

Isso porque você pode ter que remover ou construir paredes, trocar o piso, o forro ou a iluminação, instalar novos pontos de água, luz ou gás, comprar novos móveis ou eletrodomésticos, entre outras mudanças.

Como resolver: planeje bem a sua reforma, com a ajuda de um profissional qualificado, que pode avaliar a estrutura, o orçamento e o prazo do seu projeto. 

Faça mudanças aos poucos, priorizando as mais urgentes ou as mais simples, e aproveitando os recursos que você já tem. O importante é que você faça uma reforma segura, funcional e que atenda às suas expectativas.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Trabalha com escrita criativa, revisão e tradução. Fluência em Inglês e atualmente estudando Espanhol. Se formou em Comércio Internacional e Técnico em Marketing, mas está agora realizando o sonho de estudar Biologia. É apaixonada por palavras, natureza, tornados, heavy metal e psicologia forense.

Deixe seu comentário