Início » Decorando » Design biofílico: conheça esse conceito e saiba como incorporar em sua casa

Design biofílico: conheça esse conceito e saiba como incorporar em sua casa

O design biofílico virou uma expressão da moda entre arquitetos e designers de interiores, especialmente após passarmos por um longo tempo de isolamento e ansiedade causados pela pandemia.

Você acha difícil incorporar a natureza em seu lar? Pois bem, isso não é mais um problema graças a essa tendência de decoração.

Entenda como adotar algumas ideias simples e eficazes do design biofílico e conheça mais sobre esse conceito incrível.

O que é o design biofílico?

espaço dentro de casa com várias plantas

Pelo fato de nos sentirmos bem quando estamos rodeados pela natureza, é comum que procuremos formas de trazê-la para dentro de casa. 

O design biofílico ajuda a fazer exatamente isso. Porém, para defini-lo, precisamos citar a palavra “biofilia”, que significa “amor à natureza”.

Somos atraídos de forma inata pela natureza. Está em nosso DNA. Por isso, o design biofílico é a melhor maneira de se conectar a ela, aproveitando os seus benefícios.

Afinal, a aplicação dos princípios do design biofílico ao nosso lar pode melhorar nossa saúde física e mental, reduzindo níveis de estresse e produzindo maior sensação de bem-estar, por exemplo.

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

Tenha em mente que o design biofílico vai muito além do que apenas maximizar a iluminação natural ou preencher seu quarto com plantas – esses são jeitinhos óbvios, mas outros nem tanto. Descubra agora como incorporar essa tendência.

1. Presença de plantas

espaço dentro de casa com várias plantas

Nunca subestime o poder das plantas. Sem dúvida, o jeito mais fácil de ter a natureza dentro de casa é enchê-la de plantinhas em suas mais variadas espécies. 

A dica é escolher aquelas que possuam folhagens diferenciadas, como a costela-de-adão e palmeiras, por exemplo, que chamem a atenção por suas cores, como as begônias e calatheas, além do aroma, como as plantas cítricas.

Plantas suspensas e rasteiras podem passar uma vibração de “selva” ao ambiente.

Na cozinha, aproveite para cultivar ervas e temperos que serão úteis no preparo de receitas. Exemplos clássicos são o manjericão e o orégano.

Sempre verifique a toxicidade das plantas domésticas, pois algumas espécies são perigosas para animais de estimação e crianças.

2. Luz natural ao máximo

sala com design biofílico

Garantir bastante iluminação natural em casa tem muitos benefícios (melhora do sono e humor, aumento da produtividade, etc.). Para o conceito do design biofílico, essa tática não pode ficar de fora.

Nesse caso, sugere-se o uso de cortinas mínimas, espelhos e cores claras para refletir a luz natural e tornar o espaço ainda mais brilhante.

Se você mora em uma área iluminada pela rua, feche as cortinas após o anoitecer para evitar a entrada de luz artificial. Faça uso de uma iluminação ambiente suave em seu quarto para preparar o seu corpo para dormir – isso é crucial para o design de quartos biofílicos.

Ao organizar seu espaço, analise onde a luz natural entra em vários momentos do dia. 

3. Janelas e portas abertas

espaço com design biofílico

Deixar o ar fresco circular pela casa ao abrir portas e janelas, mesmo que só um pouco e por porco tempo, reduz o limite entre o interior e o exterior. Assim, você consegue ouvir determinados sons, como o canto dos pássaros e até do vento.

Se você tiver portas que levam a um pátio/quintal, certifique-se de deixá-las totalmente abertas em dias quentes para receber o sol, o ar fresco e o que mais a natureza oferecer.

4. Uso de materiais naturais

vaso de planta em mesa de centro de sala

O design biofílico engloba o uso de materiais naturais para trazer a natureza para dentro de casa. Portanto, se possível, use itens e móveis de madeira, bambu, cerâmica, pedra e mármore, por exemplo.

Peças minimamente processadas, com características naturais e bordas orgânicas adicionam aconchego a uma sala e combinam com tecidos (também naturais), como o algodão, juta, linho, rattan, etc.

espaço com móveis de madeira

Use texturas, padrões e cores inspirados na natureza para criar uma experiência sensorial rica.

Veja também:
Design sensorial: como incluir em seu lar?

Igualmente, opte por revestimentos feitos de materiais naturais, como cortiça, madeira e bambu. 

5. Uso de objetos naturais

espaço com plantas e macramê na parede

Junto ao cuidado com as plantas, o design biofílico recomenda o uso de objetos naturais para a decoração. Quais são eles? Pedras, conchas, ervas secas, pinhas ou seixos, itens que você coletou (de forma responsável) ou comprou.

Todas essas opções podem ajudar a alimentar a conexão com o mundo natural e ainda embelezar seu espaço.

Explore padrões naturais encontrados em conchas, folhas e flores. Você pode colocar obras de arte inspiradas na natureza para suas paredes.

Outra adição fácil e funcional são os cestos de tecido natural para armazenar roupas ou organizar brinquedos das crianças. Paredes verdes podem misturar os dois mundos (plantas e decoração) e é uma ótima pedida também.

6. Uso do espaço ao ar livre

área externa com design biofílico

Por último, não esqueça da importância do design biofílico para a área externa de sua casa, seja ela uma varanda, um pátio ou jardim.

Pense em aproveitar esse ambiente ao máximo para que traga a natureza da melhor forma. Você pode usá-lo como um escritório ou mesmo como espaço de descanso? Que tal um jardim para atrair alguns animais? 

Entretanto, se você não tem espaço ao ar livre, tudo bem. Inclua jardineiras com plantas perfumadas (lavanda e erva-cidreira são sugestões) nas janelas para deixar o aroma delas flutuar para dentro – ou escolha plantas de néctar para atrair abelhas, borboletas e beija-flores.

Uma maneira simples é prender um alimentador de pássaros na janela também.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Editora do Homeit.com.br, Bellezamoderna.com.br e Revendedor.com.br. Graduada em Comércio Internacional (UCS/RS), Marketing Digital (SENAC/RS) e atualmente estudando Ciências Biológicas (UNINTER). Fluência em Inglês e estudando Espanhol no momento. É apaixonada por palavras, natureza, tornados, heavy metal e psicologia criminal.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.