Início » Plantando » Como cultivar espada-de-São-Jorge: 7 segredos para garantir a saúde da planta

Como cultivar espada-de-São-Jorge: 7 segredos para garantir a saúde da planta

Que tal aprender a plantar espada-de-São-Jorge? Essa é uma das plantas mais populares para dentro e fora de casa, especialmente por seu aspecto imponente: suas folhas são longas e pontudas, como se fossem espadas (o nome faz jus, né?).

Na realidade, o cultivo dessa espécie é bem simples, mas como toda planta, ela exige alguns cuidados necessários para que ela dure muito tempo.

Como plantar espada-de-São-Jorge?

espada-de-são-jorge

Em primeiro lugar, saiba que é recomendável que você faça o plantio da espada-de-São-Jorge entre os meses de maio, junho e julho.

Você pode fazer mudas dessa planta de duas maneiras: por touceira ou por estaquia. Ao perceber que não há espaço no vaso ou no canteiro, você pode separar os rizomas e replantá-los. 

Já por estaquias, use as folhas: corte uma em partes com até 10 centímetros de comprimento. A seguir, você precisa enterrá-las em um vaso seguindo os passos abaixo:

1– Coloque argila expandida no fundo do vaso;

2– Cubra essa camada de argila expandida com uma manta bidim, pois ela ajudará a drenar a irrigação;

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

3– Depois, preencha o vaso com 1/3 de areia peneirada, pois ela irá evitar que o composto orgânico encharque e possa apodrecer a raiz;

4– Logo, adicione o composto orgânico, como húmus de minhoca ou compostagem de rio, compactando de leve com as mãos – uma recomendação é usar ambos os compostos;

5– Coloque terra e posicione a mudinha no centro do vaso. Preencha as laterais com cuidado para que a muda fique firme;

6– Finalize colocando cascas de pinus nas laterais. Elas mantêm a umidade e ainda servem de matéria orgânica.

Você vai gostar de ler também sobre:
Como plantar ora-pro-nóbis?

Onde plantar a espada-de-São-Jorge?

espada-de-são-jorge em varanda

A espada-de-São-Jorge prefere um plantio a meia-sombra, ou seja, com luz solar indireta. Essa é a opção ideal para a planta. No entanto, é interessante que você saiba que ela também suporta o contato direto com o sol.

A melhor sugestão é colocá-la em áreas iluminadas, mesmo se for apenas por lâmpadas (desde que haja bastante claridade), pois elas podem ser o suficiente para o seu desenvolvimento.

Essa espécie é perfeita para entradas de casas, ao lado de portas ou mesmo no jardim.

Não recomendamos a plantação da espada-de-São-Jorge em jardins verticais, porque ela pode se “machucar” enquanto cresce. 

O jeito mais correto é dispor a verdinha em vasos no chão, de preferência modelos maiores para não haver trocas frequentes.

Como devem ser as regas?

mudas de espada-de-são-jorge

Água em excesso pode matar a espada-de-São-Jorge! Por isso, as regas precisam ser espaçadas e nada exagerado para evitar que haja apodrecimento das raízes.

Uma dica é se certificar de que a terra está seca colocando o dedo no solo. Deixe sempre a terra úmida, mas nunca encharcada.

Além disso, ao perceber que as raízes preencheram todo o espaço do vaso, faça a troca para um vaso maior, o que evitará que elas sufoquem.

Qual é a temperatura ideal para a espada-de-São-Jorge?

vasos com espadas-de-são-jorge

A espada-de-São-Jorge é uma planta resistente a solos áridos e ao calor tropical (típico do nosso país) – e pode ainda suportar climas frios.

Contudo, falando em temperatura especificamente – para que a planta tenha um desenvolvimento e produtividade adequados –, é indicado que ela seja mantida entre 13 °C a 24 °C. 

É necessário fazer poda?

espada de São Jorge no banheiro

Não! Porém, se você notar que há algumas folhas externas que estão se inclinando ou caindo, é possível retirá-las.

Faça um corte em linha reta na parte inferior da folha na linha do solo e guarde-a, pois ela pode ser usada para novas mudas.

A espada-de-São-Jorge é tóxica?

Sim, todas as partes da espécie são tóxicas, tanto para humanos quanto para animais de estimação, mas somente se ingeridas.

Se isso acontecer, é comum causar náuseas, vômitos ou diarreia.

Em caso de crianças e pets em casa, procure manter a espada-de-São-Jorge fora do alcance deles.

Doenças da planta

espada-de-são-jorge em jardim

A espada-de-São-Jorge pode sofrer, com mais frequência, a podridão das raízes – isso se você regar a planta demais.

Outro cuidado é evitar que o vaso fique exposto a temperaturas extremas ou variações.

A planta pode ser alvo de infestações de insetos, como a cochonilha de escama e o gorgulho. Caso note a presença deles, faça a remoção da folha infectada, das larvas e da cobertura morta (ou o solo afetado).

Certos fungos, como a mancha foliar vermelha, podem surgir com o excesso de água. Reduza as regas, trate o solo com calor e faça a remoção das folhas mortas.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Editora do Homeit.com.br, Bellezamoderna.com.br e Revendedor.com.br. Graduada em Comércio Internacional (UCS/RS), Marketing Digital (SENAC/RS) e atualmente estudando Ciências Biológicas (UNINTER). Fluência em Inglês e estudando Espanhol no momento. É apaixonada por palavras, natureza, tornados, heavy metal e psicologia criminal.

Deixe seu comentário