Dicas para Escolher as Plantas Ideais para Decorar Ambientes Internos

Vida. Em toda a casa decorada com plantas possui vida. Não importa qual ambiente seja,  cultivar plantas dentro de casa é a oportunidade ideal de agregar energias positivas, e trazer cores ao seu lar.

Um dos segredos de cultivo de plantas em ambientes fechados é: Qual a intensidade da luz no local onde aquela planta vai ficar? Pois como sabemos, luz do sol é extremamente necessária para o crescimento das plantas.

Podemos classificar as espécies de plantas que cultivamos no interior de nossos ambientes conforme a necessidade de iluminação que cada espécie de planta necessita. Temos as classificações: Plantas de Sombra, Plantas de Meia Sombra, e Plantas de Pleno Sol.

Plantas de Sombra: São plantas que sobrevivem em espaços pequenos, sob luz artificial e/ou indireta com pouca ventilação.

Molhá-las diariamente quase nunca é recomendado. Pois como não existe contato direto com o Sol, a terra demora a secar, possibilitando que as raízes fiquem muito encharcadas e acabem apodrecendo.

Exemplos: véu-de-noiva, asplênio, espadinhas, carnívora nepenthes, avenca, cactos, minicactos, Licualas, pacovás e íris.

Plantas de Meia Sombra: São plantas que gostam de receber luz em certos horários, plantas que gostam de luz de manhã ou no fim da tarde, jamais ao meio-dia.

Exemplos: Espada de São Jorge, Lírio da Paz, Antúrio, Asplênio, Avenca, Cíclame, Hera e Samambaia

Plantas de Pleno sol: São plantas que necessitam de incidência direta dos raios solares por aproximadamente quatro horas ao dia.

Exemplos: Pelargônio, Cravina, Petúnia, Gerânio, Pata-de-Vaca, e Hibiscos.

3

Lembre  de regar periodicamente sua planta, conforme a espécie e a necessidade, para que ela dure muito mais tempo e mantenha-se sempre florida.

1 comentário

  • adorei o post !

Deixe seu comentário