Tagetes ou “Cravo-de-defunto” – Características e Como cultivar

Lindas, sempre floridas e auxiliam no combate de pragas: essa é o tagetes – uma planta anual de porte pequeno que é bastante lembrada por sua presença na decoração na festa mexicana do “Dia dos Mortos”.

Justamente, o tagetes é originário do México e, por isso, pode ser chamado de “flor-dos-mortos”, muito embora também seja denominado no Brasil de “cravo-de-defunto” ou “cravo-francês”.

Conheça mais sobre essa planta interessante para seu jardim agora!

tagetes laranjas em celebração dia dos mortos no méxico

[VEJA TAMBÉM: NARCISO]

Características do tagetes

Por ser chamada também de cravo-de-defunto, o tagetes é caracterizado por seu aroma – é um cheiro forte e até desagradável – que se apresenta tanto nas flores quanto nas folhas. Você o sentira quando tocar a planta ou amassá-la, por exemplo.

tagetes de tons vermelhos e amarelos

Seu tamanho é bastante variável: desde os 15 aos 40 centímetros de altura. As folhas do tagetes possuem uma coloração verde-escura com formato irregular, recortadas.

[VEJA TAMBÉM: TORÊNIA]

Tal tonalidade das folhas vai em contraste com suas flores, que são pequenas e reunidas em capítulos de coloração que podem variar em diferentes tons, podendo ser simples ou dobradas.

A espécie tagetes possui variedades normais e anãs. As cores mais populares de tagetes para a decoração de residências são:

  • Tagetes amarela

tagetes amarelos

  • Tagetes laranja

tagetes laranjas em jardim

  • Tagetes vermelha

tagetes vermelhos

Na realidade, as inflorescências podem se apresentar de uma cor só ou formando inúmeros padrões.

[VEJA TAMBÉM: VERBETA]

A beleza e o cheiro característico da planta atraem as borboletas, mas são capazes de combater determinadas pragas presentes no solo. Nesse caso, se vê a escolha dessa flor tão linda como um meio de proteção para hortaliças, por exemplo.

E por curiosidade, o tagetes é comestível – embora seu gosto seja levemente amargo, as pétalas podem ser utilizadas em molhos, saladas, sopas, bolos, pães e outras receitas, substituindo o açafrão.

Extremamente ornamental, o tagetes serve como um companheiro das plantas no jardim e na horta por sua tarefa de combater pragas.

Porém, além disso, sua folhagem densa e floração em abundância fazem desta planta uma opção para composições de vasos, maciços e bordaduras. Em jardins pequenos, a composição fica excelente.

Se o seu plantio for junto das roseiras, o tagetes salva essa outra planta do ataque de formigas.

Como cultivar tagetes?

tagetes em vaso

O florescimento do tagetes acontece na primavera e verão, podendo ser cultivada em variadas regiões climáticas do planeta – cabe lembrar que a planta não suporta temperaturas tão altas ou tão baixas, ok?

Isso porque quando a temperatura está muito alta, a planta pode reduzir a sua produção de inflorescências e trazer prejuízos.

Então, para um bom cultivo você deve prezar por uma iluminação solar direta por pelo menos algumas horas do dia em um solo sempre úmido (nunca encharcado).

[VEJA TAMBÉM: PERPÉTUA]

O tagetes pode suportar períodos de seca, mas seu crescimento e desenvolvimento são melhores quando há uma boa irrigação. Além disso, o solo deve ser fértil – enriqueça-o em matéria orgânica e faça com que ele seja bem drenado.

Tagetes são plantas vigorosas e muito resistentes, mas procure fertilizar o solo sempre que possível para proporcionar mais nutrientes a elas.

A propagação de tagetes acontece por meio das sementes em qualquer período do ano.

Você já conhecia o tagetes? Conte para a gente se você possui essa flor linda em seu jardim!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply