Decoração de Interiores – Dicas Para Decorar o Interior de Sua Casa

A decoração da casa costuma ser um período mágico em que cada canto do imóvel vai ganhando a cara e jeito de seus moradores. Mas, não é todo mundo que consegue montar espaços belos e funcionais com facilidade.

Este é o seu caso? Então, confira uma lista com dicas de decoração de interiores para lhe ajudar a realizar um trabalho incrível na sua casa, unindo beleza e praticidade.

Dicas para decoração de interiores

Mesmo que você não entenda nada de decoração, será preciso ver algumas dicas para que comece seu projeto. Elas podem ajudar a deixar o ambiente mais aconchegante e até gastar menos na reforma. Veja:

Pesquise

Pesquisar é essencial para ter ideia do que mais lhe agrada e ter inspiração para decorar sua casa. Para realizar essa tarefa, a internet é sua melhor amiga. Busque por exemplos de decorações e crie uma espécie de moodboard com tudo que lhe chamou a atenção.

Esse quadro ajudará a reunir propostas de decoração que poderão ser replicadas na sua casa, seja utilizando móveis, acessórios e demais itens semelhantes ou trabalhando com a mesma disposição das peças.

Defina um estilo de decoração

Ao buscar por referências é possível saber qual é seu estilo decorativo preferido. Mas, por que ele é tão importante? Simples: ele funciona como base para a montagem dos espaços, guiando a decoração e criando um ambiente especial. Entre os principais estilos de decoração utilizados atualmente estão:

Moderno

Móveis com linhas retas e limpas são predominantes, sem apresentar detalhes ornamentais. As cores tendem a ser neutras, mas também existe a possibilidade de inserir toques de tonalidades vibrantes.

Escandinavo

como decorar minha casa

Cores claras predominam e a iluminação é importante, especialmente a natural. A madeira é um elemento bastante utilizado neste estilo decorativo, bem como acessórios que remetem ao conforto, com tapetes e almofadas.

Minimalista

Segue a premissa “menos é mais”. Por isso, as decorações são sem excessos, trazendo somente o necessário para manter o ambiente funcional. A beleza da decoração fica por conta de móveis e acessórios com design original, que costumam ser bastante utilizados nesse estilo.

Clássico

Trata-se de um estilo atemporal, que esbanja elegância e conforto. A decoração, neste caso, é mais sofisticada e rebuscada, trabalhando com diferentes texturas e formas arredondadas. Cores como bege e dourado predominam, trazendo luxo para o ambiente.

Rústico

dicas de decoração de interiores

A naturalidade é palavra-chave quando se fala nesse estilo decorativo, tanto que elementos naturais são os mais utilizados. Ótimos exemplos são a madeira, algodão e tons terrosos (bege, ocre e marrom). O diferencial é que o espaço se torna extremamente aconchegante, sendo a opção ideal para decorações que passem conforto.

Escolha as cores da decoração

Definir a tabela de cores a ser utilizada é importante para garantir um resultado harmônico. Na dúvida, escolha tonalidades neutras, porque elas raramente geram erros. Ótimos exemplos são o branco, preto, cinza e bege.

Gosta mesmo é de tonalidades mais aparecidas? Então, uma dica especial é trabalhar com cores que combinam entre si, ou seja, que são semelhantes. Diferentes tons de azul são bons exemplos ou o combo vermelho, laranja e roxo.

Acerte na escolha dos móveis

veja como decorar o interior de sua casa

Os móveis são itens fundamentais de toda decoração e é preciso saber escolhê-los adequadamente. A principal dica para isso é comprar móveis que tenham a ver com o estilo de decoração eleito, para criar um todo harmônico.

Além disso, procure focar, ao menos em um primeiro momento, somente nos móveis mais importantes para o ambiente, aqueles que serão utilizados diariamente e deixarão os cômodos mais funcionais.

Na dúvida de quais são eles? Então, coloque em sua lista o sofá (que deve ser comprado num tamanho que acomode todos os moradores), cama, guarda-roupa, mesas, criado-mudo e rack para TV.

Estabeleça a disposição dos móveis

Saber escolher a disposição que os móveis terão na sala é importante para tornar o ambiente funcional. Se tamanho do cômodo não for o problema, é possível dispor esses itens da maneira que quiser, em U, L ou próximos à parede.

Agora, se o cômodo for pequeno, é interessante manter os móveis perto da parede ou optar pela distribuição em L. Ambas as opções deixam mais espaço livre para circulação e não comprometem a decoração.

Planeje suas despesas

Por último, mas não menos importante, planeje suas despesas com a decoração, o que ajudará a evitar o endividamento. Tenha em mente que montar todo o imóvel é um processo que pode demorar um pouco, portanto, não se desespere para comprar tudo de uma vez, o que ajudará a ter melhor controle sobre os gastos.

Deixe seu comentário