Início » Pets » Adoção de animais para viverem em espaços pequenos: como escolher o pet certo para o ambiente

Adoção de animais para viverem em espaços pequenos: como escolher o pet certo para o ambiente

Confira, aqui, dicas que vão te ajudar a escolher o pet ideal para espaços pequenos ao fazer uma adoção de animais!

Você mora em um imóvel pequeno e está pensando em ter um pet por meio da adoção de animais? Então, saiba que é preciso escolher bem o bichinho, principalmente no que se refere ao seu porte.

O motivo disso é simples: animais de porte grande não se adaptam bem a espaços pequenos. Eles precisam de área para se movimentar e realizar atividades básicas. Se não conseguir tudo isso com facilidade, podem ter problemas de saúde.

Mas como escolher o pet certo ao apostar na adoção de animais? A seguir, damos algumas dicas que podem te ajudar nessa tarefa. Continue a leitura e confira!

Adoção de animais para espaço pequeno: sempre considere o porte!

Adoção de animais para viverem em espaços pequenos: como escolher o pet certo para o ambiente

O porte do animal é fundamental! Lembre-se que o imóvel já tem espaço reduzido e o pet precisa de área livre para andar, dormir e se alimentar.

Sempre estamos falando dos pets aqui, então leia esse post também:
Plantas tóxicas para animais de estimação

Quando um animal de grande porte fica 100% do tempo em um local pequeno, há a possibilidade de limitar sua movimentação, de que tenha dificuldade para realizar atividades básicas e de que enfrente problemas de saúde, como a obesidade.

Portanto, tente combinar porte do animal com tamanho do imóvel. Dessa forma, é possível garantir melhor qualidade de vida ao pet, bem como ter menos trabalho e gastos na criação dele.

Participe do nosso canal no WHATSAPP com dicas RÁPIDAS e FÁCEIS para a sua casa. Acesse ~> clicando aqui.

Quer adotar um cachorro? Opte por um adulto!

cachorro adulto em banheiro

Quando você vê um cãozinho num abrigo de adoção, especificamente um filhote, é muito difícil saber o porte dele e o tamanho que ele vai ficar quando adulto.

Isso é ainda mais complicado no caso do cachorro sem raça definida, o famoso vira-lata, que corresponde à maioria dos animais em casas de adoção.

Ao adotar um cachorro adulto, você já conhece o porte do animal e não terá surpresas no futuro. Além disso, você ajuda a dar um lar para um pet que muitas vezes é desprezado em abrigos de doação, já que a maioria prefere levar para casa os filhotes.

Outro ponto muito importante é que um cachorro adulto tem comportamento mais calmo do que um filhote, que tende a destruir mais coisas em seu lar porque tudo é novo para ele, que ainda está descobrindo o espaço.

Procure conhecer o comportamento do pet

cachorro em pé no quarto

Antes de fechar a adoção dos animais, é importante conhecer o comportamento do pet. Tenha em mente que alguns são mais agitados e demandam mais cuidados, como brincar com eles por mais tempo, passear, entre outros.

Quando você conhece o comportamento do pet, fica mais fácil entender se ele se adaptará bem ao imóvel e sua rotina. Mas como saber como o animal se comporta? Basta perguntar ao pessoal do abrigo se ele é agitado e como o pet é no dia a dia.

Melhores animais de estimação para quem mora em espaços pequenos

Ainda não decidiu qual animal de estimação adotar? Então, confira a lista que preparamos com opções para te ajudar a escolha:

Cachorro

É um fiel companheiro e amigo de seu tutor, mas é importante conferir o porte do animal antes de levá-lo para casa! Além disso, saiba que é um animal que exige cuidados como brincar e passear com frequência.

mulher fazendo carinho em cachorro

Gato

Trata-se de um animal de pequeno porte mesmo que adulto, por isso é uma boa escolha para quem mora em um imóvel pequeno. É um animal independente e que dá menos trabalho do que um cachorro.

gato cinza deitado em sofá

Ao adotar o gato, é importante instalar telas em pontos de fuga do imóvel. Lembre-se que ele tem um instinto de caça aguçado e isso faz com que saia do imóvel facilmente para ir atrás de sua presa. Com isso, pode se perder ou se machucar.

Hamster

Pet perfeito para quem não tem muito espaço para criar um gato ou cachorro. O roedor é minúsculo e não exige cuidados complexos, mas possui uma expectativa de vida reduzida, entre dois e três anos. Deve ser criado em uma gaiola espaçosa, que precisa ficar sempre limpa.

hamster se alimentando

Pássaros

Os pássaros também podem ser animais de estimação! No entanto, indica-se que cultive somente espécies domésticas e que não precisam de autorização do IBAMA, como o canário e o periquito.

pássaro solto perto de janela

Além disso, devem ser mantidos em gaiolas com tamanhos adequados aos dos animais. Também dá para deixá-los solto pelo imóvel, desde que supervisione para evitar que fujam.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

    Redatora com anos de experiência e atuando no HomeIT desde 2022. Possui textos publicados em grandes sites sempre com informações completas, técnicas de apuração e SEO.

    Deixe seu comentário